Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Saber viver!... Com aquilo que temos. E valorizar.

Viver no mundo com um autista/SA, é viver em verdade absoluta.

Ele não mente e nem dá tréguas a quem o faça, mesmo que seja a pessoa que ele mais goste...

As regras são para cumprir, escrupulosamente, quem o não fizer, pode ser denunciado!...

Não furta e mesmo que encontre algum valor, procura saber a quem pertence nem que seja uma pequena quantia . Ou nem move uma "palha" e deixa ficar no local.

Um adulto que não fuma, não bebe, não faz noitadas!...

Sei sempre onde ele está. Podia ser diferente , mas não é.

São algumas das características dele, que eu aprendi a respeitar, e até me orgulho delas...

Seria quase perfeito, se a sociedade não vivesse toda ao contrário!...

11 comentários:

Grilinha disse...

Este teu post está fantástico.....

E verdadeiro. !!!

Bjs

Mina disse...

Grilinha
Obrigada amiga...
Mas a verdade nem sempre traz vantagens vista deste prisma de comportamento.
Andamos nós a incutir aos nossos filhos estes valores quando na prática eles vão ter que controna-los.
Para um autista/sa,esta verdade é inata e prejudicial, porque pode revelar uma verdade menos conveniente...
Bjocas

AVOGI disse...

Que mais pode uma mãe querer? tomara que todos os filhos soubessem viver na plenitude da vida sem mentiras sem rodeios, sem ingratidão, sabendo que a vida é isso mesmo isso é vida . mas afinal nós, os que não têm um sindroma, nós é que somos os impuros e apesar disso achamos(eu não,estou a generalizar sem querer) que esses é que são os toscos ou parvos por nao gostarem de noitradas, fumo, eafins. que pena eu sinto desses iguais a tantos que comentendem que é uma virtude fumar e faz parte da visda. pena. volto a dizer :tomara a que todas as maes pudessem usufruir da presença dos filhos durante a noite e dormir descansada sabendo onde eles estão: no conforto do lar.

Mina disse...

Avogi
Não haja dúvida que é um descanso que não estar preocupada se há um acidente se beebu se fumou se entrou numa richa, é um bem precioso.
Aqueles que saiem e sabem controlar as doses é saudável e faz parte do crescimento...
O meu é fora do padrão, mas é um lado bom para mim.
Este pombinho nunca partirá do nosso ninho, foge do padrão.
Também quem diz que temos todos sair!?...
bjocas

Mrs_Noris disse...

Mina,
E não há forma de espevitá-lo?
Sem falar de SA, conheço muitas mães que mandam os filhos porta fora para as noitadas com amigos, e até para fora do país em viagens. Eu não sei se teria essa iniciativa.
Mas vejo muitas diferenças no M. Possa ser que mude, mas ainda aqui há dias encontrou uma moeda de 0,05€ no chão, fez um estardalhaço: OLHA, UMA MOEDA, apanhou-a, meteu-a ao bolso, depois virou-se para mim e disse: shiiiuuuu, não digas a ninguém.
Bjs.

Visite www.arteautismo.com disse...

Mina querida . Xumi né?
Trabalhando amiga ......
Mina fantásticotexto. Que mostra que por este lado nossos filhos são maravilhosos!. Não dão dor de cabeça commemtira, noitadase bebedices. São puros.
Esta pureza é que nós faz , nós mamães a defende-los com unhas e dentes.
Li outro dia o que voce escreveu , sobre Bruno ser teu companheiro paraonde vais , dentre eles o supermercado, Verdade Mina , eles são amigos e companheiros . Filipe ama um mercado. E eu onde vou carrego comigo, as vezes até para meus eventos. E ele fica bem o tempo todo. Já se ofereceu para me ajudar. Limpou as folhas da boca de leão e arrancou a ponta de todos, pensando estar ajudando kkkkkkkk,ops!!! estragou -os.
Mas valeu a intenção.
Uma beijoca com muitas saudades . Aceite também um abraço carinhoso bem apertado de saudades!
Beijos em Bruno!
Ray

Visite www.arteautismo.com disse...

Mina , Eu acredito quese Noris escrever um livro sobre M, vai fazer um maior SUCESSO, o jeito dela escrever e as trapalhadas gostosas que M. faz , são os ingredientes perfeitos para o livro. Eu acho ele incrível e com muito senso de humor. A noris sabe como nos contar suas peraltices.
Noris sou a primeira a comprar este livro!
Escreve viu?
Beijos para ti e M.
Ray

Mina disse...

Noris
Lool
Depende das capacidades as noitadas curtas preparadas e responsávies fazem parte do crescimento, não precisam de acrescentar alcool, nem drogas, mas irem para a noite dançar conversar não faz mal.
Embora fosse melhor que o fizessem de dia rsss

Espertinho o menino M. faz a festa e guarda que grande fortuna 0,05 ihihi, o Bruno também faz esse tipo de espalhafato, ,mas não guarda e mesmo cá em casa, ele não fica nem com moedinha de ninguém lool
bjocas

Mina disse...

Amiga Ray
Temos aqui uns ajudantes com força.
Temos mesmo que estar sempre em defesa deles estes rapazes são extremamente inocentes, não conseguem perceber quando estão a brincar ou a flar a sério.
Vou-te contar uma á dias levei a Pipa ao dentista, e el foi lá ter, a funcionária nã brincadeira com ele disse agora és tu Bruno kkk ele espantado, eu para quê, vamos te arrancar um dente e ele já a flito a acreditar, mas não me dói nada diz ele, não percebeu que era só a "entrar" com ele xD
Já está tudo bem com a perna de Felipe?...
Ah! não deves ter explicado direito a ele que não era para tirar a boca do leão, ele teve medo que leão mordesse rsssssssss
Também acho Noris um dia destes compila travessuras do M.
Bjocas

Fê-blue bird disse...

Estou comovida pode acreditar!
Apesar de ser tudo perfeito para si que ama incondicionalmente o seu filho, eu sei que tudo seria bem mais fácil se a sociedade não fosse tão hipócrita.
Um beijinho

Mina disse...

Fê-blue bird
Seria um mundo perfeito, ou talvez não.
Senão houvesse a falsidade, mentira, hipocrisia...
Mas não é esse o mundo que temos. E infelizmente é nesse que o meu filho vive, e não percebe o quanto as pessoas conseguem fingir, ele não reconhece esses sinais da mentira e da falsidade (e se á pessoas que representam tão bem esses papéis).
Espero mesmo que não se aproveitem desta fraqueza, que seria uma força, se o mundo girasse ao contrário.
Mas não gira. Por isso ando por aqui a tentar que as pessoas percebam, este caminho que não facíl, mas que é enriquecedor...
bjocas