Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Frases que o distinguem!...


A imagem retrata um quadro de Salvador Dali

-Tá na hora!... Tá na hora?!...(se está na hora de levantar)

-Posso ir?...Posso ir?...(quando lhe cheira a refeição)

-Porque a minha mãe diz.(quando lhe peço para fazer alguma coisa)

Nota: Esta repetição é mesmo para ilustrar que ele não diz uma só vez, nem duas lool

8 comentários:

Grilinha disse...

Bem....a terceira é uma doçura ? Querias rebeldia ????

É fofinho !!!

Bjs

Mina disse...

Grilinha
lool
Às vezes lá diz porque você me obriga kkk
Sou eu na mesma , mas já não refere que é a mãe lool, porque o diz directo a mim, que basta dizer para fazer ele já acha que é obrigação, e, é. kkk
Se digo para fazer, nunca é para mal dele, é sempre para o espevitar em qualquer situação, mesmo forçar a fazer, ainda que ás vezes o meu coração fique aflito.
Mas se assim não for ele nunca tem iniciativa, este entrave que se chama insegurança não o deixa ir mais longe.
E cá está a mãe para dizer!...
Felizmente mesmo sem saber deste quadro autista a intuição sempre me levou para o "provocar", e no fundo "forçar", a sair um pouco do "casulo".Nunca de lá sairá totalmente, mas vai dando mostras de querer sair, dificilmente o entenderão.

Ainda esta semana kkk, atrasei-me a ir busca-lo. Ligou-me .
Disse-lhe: para ir andando para outro local e esperasse lá mais um pouco que tinha a irmã para levar à aquela hora.
Qual não é o meu espanto, quando chego ao local, que não era propriamente o lhe tinha dito, aventurou-se a atravessar uma rotunda algo movimentada. E estava numa outra paragem a falar com Sr. do "toma"*, apercebi-me que estava a empatar o sr. com perguntas á Aspie e a cara do sr: supostamente espantado com perguntas básicas e um pouco sem sentido para nós.
Não assisti directamente á conversa e perguntei-lhe que estava ele a dizer ao sr.
Porque o "toma" dizem que vai para o colégio, outros para o mercado, foi a pergunta dele..
Eu sei o porque destas perguntas, porque houve alterações de percursos.
Mas o sr. do "toma", não deve ter entendido logicamente, pelo ar com que estava a olhar para o Bruno kkk
Então e qual foi a resposta filho, não me soube dizer, mas suponho que nenhuma, o sr. deve ter ficado baralhado...
Continuam a ser coias que o distinguem (estas abordagens).
Bjocas
*toma-Transporte rodoviário urbano

Fê-blue bird disse...

Se a amiga o entende e o ama incondicionalmente, nada mais importa!
beijinhos

Mina disse...

Amiga Fê-blue-bird
Por mim ele é, sempre compreendido e amado do jeito que ele é.
Mas não pode viver enclausurado, e a tentativa dos pais de meninos autistas é fazer com que a sociedade também os compreenda e aceite, e como não está na cara como diz o slogan, mas existe, a forma de o perceber é pelo comportamentos, maneirismos perguntas desajustadas sendo cada caso um caso à algo no comportamento que os distingue.
Também a triossomia 21 à alguns anos a atrás não era tão bem aceite como hoje em dia e isso devesse ao esforço dos pais que deram a cara e lutaram por isso embora nesse caso haja sinais visiveis nos olhos de (chinês).
O meu desejo é que haja mais pessoas como a minha amiga que já se vai inteirando e tem vontade de perceber e ir passando também a palavra. E que se faça um corrente de entendimento...
Bjocas

AVOGI disse...

Mas acho uma graça a forma repetitiva dele. deve ser para ter a certeza do que disse.:)

Mina disse...

Avogi
Lool
Mas tal como ele repete, nós também temos que repetir para ele ouvir e vir xD
E não é problema de ouvidos como se possa pensar, é apenas o "mundo da abstracção", que podem não ouvir à primeira.
A vida é uma aprendizagem e viver com o autismo/SA é feito dessa forma aprender e conviver com estas particularidades...
bjocas

AVOGI disse...

Mina
Eu por vezes sou autista pois estão a falar comigo e eu abstracta. mas quantas vezes isso acontece . se eu estou a absorta nalguma coisa podem dar um baile ao meu lado que eu não me distraio. e não tenho um síndroma, ou tenho o síndroma da abstracção:)

Mina disse...

Avogi
Lool
Segundo o Dr: Nuno Lobo Antunes , todos temos pitadas de autismo, até ele rsss
Pode estar aí a sua rsss, mas essa eu também tenho fases da lua em que não oiço.
Duvida "Stora": oiço-ou-ouço, podia ir ao dicionário mas não era a mesma coisa fica as duas por via das dúvidas :)))
jocas