Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Filhos com um "propósito"


Este é um tema tocante, polémico e emocionalmente forte.
Que levanta questões morais e éticas.. Mexe com a consciência e com o coração.
Este é o tema do livro "Para a minha irmã" de Jodi Picoult

Ter um filho manipulado geneticamente, com o propósito de salvar a vida à irmã,
Desde tenra idade que esta filha foi"usada" para doar células e fez várias cirurgias para prolongar a vida da irmã com leucemia.
Até que chega ao dia em que a irmã mais nova se quer tornar medicamente independente e coloca um processo à mãe!...
Fiquei emocionalmente dividida no conflito de emoções desta mãe, que querendo tanto salvar aquela filha doente, a sua entrega era tão grande, que quase se esquecia dos outros dois filhos.
A maioria das vezes as forças dirigem-se para os mais fragilizados, o que não quer dizer que esta mãe não amasse os outros filhos. Mas nesta ânsia da salvação, estava obcecada que praticamente não via mais nada!...

Fiquei com a visão turba de lágrimas a escorrer pela face, ao pensar no que faria no lugar desta mãe?!... Não consegui chegar a nenhuma conclusão...
Só mesmo quem vive a situação!...

2 comentários:

AVOGI disse...

eu li o livro e vi o filme . O filme não segue o livro. Não sei tb Mina. é deveras delicado este tema. mas nascer para ser como um supermercado? não sei não.

Mina disse...

Eu não cheguei a ler o livro, só algumas partes que ofereci mesmo à minha irmã rsss
Mas vi o filme, e fiquei tocada não conseguiria julgar este amor de mãe para salvar a filha.
Mas não sei, tenho enormes dúvidas se geraria um filho de forma manipulada, mesmo com este objectivo defenido...

Mas o amor tudo suplanta, e a jovem doente teve a capacidade também ela de amar a irmã e a proteger desta obsessão da mãe...
bjocas