Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

"Dá-lhe ideias"



Está nos nossos planos, fazer os Caminhos de Santiago, ainda não foi este ano, não por falta de estudos ; espero que não fiquem cansados, só com estudos do Bruno, não sei onde ele vai arranjar subsidio , para  calçado, dormida, comida e pernas para estes percursos.
Divirtam-se e caminhem , muito nem que seja pelo google :)
Mãe Mina

Apartir daqui, são algumas das Etapas que ele seleccionou, o trabalho ainda não está completo :)
è só para não cansar, até a ler ;)

CPLS - Caminho Português do Litoral de Santiago

1ª Etapa - Lisboa - Oeiras
2ª Etapa - Oeiras - Guincho
3ª Etapa - Guincho - Praia Grande
4ª Etapa - Praia Grande - Ericeira
5ª Etapa - Ericeira - Santa Cruz (Torres Vedras)
6ª Etapa - Santa Cruz (Torres Vedras) - Areia Branca (Lourinhã)
7ª Etapa - Areia Branca (Lourinhã) - Peniche
8ª Etapa - Peniche - Caldas da Rainha
9ª Etapa - Caldas da Rainha - São Martinho do Porto - Nazaré - Pataias
10ª Etapa - Nazaré - São Pedro de Moel
11ª Etapa - São Pedro de Moel - Praia do Pedrógão
12ª Etapa - Praia do Pedrógão - Gala - Figueira da Foz
13ª Etapa - Gala - Figueira da Foz - Quiaios
14ª Etapa - Quiaios - Tocha - Praia de Mira
15ª Etapa - Praia de Mira - Aveiro - Dunas de São Jacinto
16ª Etapa - Dunas de São Jacinto - Ovar
17ª Etapa - Ovar - Espinho
18ª Etapa - Espinho - Madalena (Vila Nova de Gaia) - Porto
19ª Etapa - Porto - Angeiras - Vila do Conde - Póvoa do Varzim
20ª Etapa - Póvoa do Varzim - Fão - Esposende - Marinhas
21ª Etapa - Marinhas - Guilheta - Viana do Castelo
22ª Etapa - Viana do Castelo - Vila Praia de Ancora - Caminha - A Guarda
23ª Etapa - A Guarda - Oia - Mougás
24ª Etapa - Mougás - Baiona - A Ramallosa
25ª Etapa - A Ramallosa - O Freixo - Vigo - Redondela
26ª Etapa - Redondela - Pontevedra

Depois o resto o caminho é o mesmo

CPCS - Caminho Português Central de Santiago
1ª Etapa - Porto - Rates
2ª Etapa - Rates - Tamel
3ª Etapa - Tamel - Ponte de Lima
4ª Etapa - Ponte de Lima - Rubiães
5ª Etapa - Rubiães - Tui
6ª Etapa - Tui - Redondela
7ª Etapa - Redondela - Pontevedra
8ª Etapa - Pontevedra - Caldas de Reis
9ª Etapa - Caldas de Reis - Padrón
10ª Etapa - Padrón - Santiago de Compostela


Outros Caminhos Alternativos

1ª Etapa - Barcelos - Lanheses
2ª Etapa - Lanheses - Lanhelas
3ª Etapa - Lanhelas - Vila Nova de Cerveira
4ª Etapa - Vila Nova de Cerveira - Tebra
5ª Etapa - Tebra - Vincios
6ª Etapa - Vincios - Vigo

CPIS _ Caminho Português Interior de Santiago

1ª Etapa - Salamanca - Robliza
2ª Etapa - Robliza - SMuños
3ª Etapa - SMuños - Alba Yeltes
4ª Etapa - Alba - Cidade Rodrigo
5ª Etapa - Cidade Rodrigo - Gallegos
6ª Etapa - Gallegos - Almeida
7ª Etapa - Almeida - Pinhel
8ª Etapa - Pinhel - Trancoso
9ª Etapa - Trancoso - Sernancelhe
10ª Etapa - Sernancelhe - Moimenta
11ª Etapa - Moimenta - Lamego
12ª Etapa - Lamego - Mesão Frio
13ª Etapa - Mesão Frio - Amarante
14ª Etapa - Amarante - Guimarães
15ª Etapa - Guimarães - Braga
16ª Etapa - Braga - Caldelas - Terras de Bouro
17ª Etapa - Terras de Bouro - Portela do Homem - Bubaces
18ª Etapa - Bubaces - Entrimo - Castro Laboreiro
19ª Etapa - Castro Laboreiro - Monterredondo - Cortegada
20ª Etapa - Cortegada - Ribadavia - Leiro
21ª Etapa - Leiro - Boborás - Brués
22ª Etapa - Brués - Forcarei - Soutelo de Montes
23ª Etapa - Soutelo de Montes - Ponte Ulla
24ª Etapa - Ponte Ulla - Pico Sacro - Santiago de Compostela

Dumbria - Fisterra
Santa Cruz - Lourinhã - Óbidos
Óbidos - Caldas da Rainha - Alcobaça
Alcobaça - Porto de Mós - Fátima
Fátima - Vila Nova de Ourém
Casais de São Martinho (Malveira) - Fonte Pipa
Fonte Pipa - Rio Maior
Rio Maior - Amiais de Baixo
Amiais de Baixo - Fátima
Igreja de Santiago (Lisboa) - Bobadela
Bobadela - Santarém
Santarém - Olhos de Água
Olhos de Água - Fátima
Outeiro - Pico Sacro - Santiago de Compostela
Fisterra - Cabo Fisterra
Porto - Famalicão
Famalicão - Braga
Braga - Goães
Goães - Ponte de Lima
Porto - Vilarinho
Vilarinho _ Rates
Rates - Barcelos
Barcelos - Ponte de Lima


1ª Etapa - Farminhão - Fontelo (Viseu)
2ª Etapa - Fontelo (Viseu) - Almargem
3ª Etapa - Almargem - Ribolhos
4ª Etapa - Ribolhos - Lamego
5ª Etapa - Lamego - Bertelo
6ª Etapa - Bertelo - Vila Real
7ª Etapa - Vila Real - Parada de Aguiar (Vila Pouca de Aguiar)
8ª Etapa - Parada de Aguiar - Vidago
9ª Etapa - Vidago - Chaves
10ª Etapa - Chaves - Verin
11ª Etapa - Verin - Laza
12ª Etapa - Laza - Xunqueira de Ambia
13ª Etapa - Xunqueira de Ambia - Ourense
14ª Etapa - Ourense - Cea
15ª Etapa - Cea - A Laxe
16ª Etapa - A Laxe - Outeiro
17ª Etapa - Outeiro - Santiago de Compostela

Desvio no Caminho Central de Santiago:
Percurso Alternativo

Santarém - Azoia de Baixo
Azoia de Baixo - Advagar
Advagar - Olhos de Água
Olhos de Água - Monsanto
Monsanto - Minde
Minde - Fátima
Fátima - Caxarias
Caxarias - Farrio (Ribeira do Farrio)
Farrio (Ribeira do Farrio) - Ansião

E a partir daqui o percurso volta ao normal

Lisboa - Oeiras ou Carcavelos
Carcavelos - Cascais
Cascais - Sintra
Sintra - Ericeira
Ericeira - Santa Cruz (Torres Vedras)
Santa Cruz (Torres Vedras) - Areia Branca (Lourinhã)
Areia Branca (Lourinhã) - Peniche
Peniche - Ferrel
Ferrel - Óbidos
Óbidos - Caldas da Rainha
Caldas da Rainha - Alfeizerão
Alfeizerão - Nazaré
Nazaré - Coz
Coz - Pedreiras
Pedreiras - Livramento (Porto de Mós)
Livramento (Porto de Mós) - Fátima
Fátima - Fungalvaz
Fungalvaz - Tomar
Tomar - Dornes
Dornes - Pedrógão Grande

Vila Nova da Rainha - Porto da Luz (Alenquer) - Merceana (Perto da Aldeia Galega da Merceana) - Torres Vedras - Santa Cruz (Torres Vedras)
Arranhó
Costa da Caparica - Almada

Porto - Matosinhos - Vila do Conde - Póvoa do Varzim - Fão - Esposende - Viana do Castelo - Carreço - Caminha - Vila Nova de Cerveira - Valença

Vigo

Huelva - Vila Real de Santo António - Tavira - Fuseta - Olhão - Faro - Quarteira ou Vilamoura - Boliqueime - Silves - Portimão - Alvor - Lagos - Sagres
Lagos - Aljezur - São Teotónio - Almograve - Vila Nova de Milfontes - Porto Covo - Sines - Melides - Setúbal - Almada - Lisboa
Mafra
Vila Nova do Ceira - Lousã - Coimbra
Amarante - Felgueiras - Guimarães - Braga
Sarria - Portomarin
Portomarin - Palas de Rei
Palas de rei - Arzua
Arzua - Santiago de Compostela
Herbon

Pesquisas de Bruno Viana (ano 2016) ainda incompletas
 

sábado, 19 de novembro de 2016

"Sem Demagogia"



Do sonho à realidade.
Sem falsas demagogias, na grande maioria dos casos , as pessoas que estão mais ligadas às perturbações do espectro do  AUTISMO, são os pais, alguns amigos "arrastados", pelos pais, profissionais de saúde e de educação...
No caso dos primeiros o maior interesse é o seu/sua filho/a, e, é sempre com base nele/a, que a sua vida se desenrola,
Os amigos , só podem ficar apaixonados, por estes seres únicos.
Os profissionais das diferentes áreas quando são bons também se apaixonam, dispensamos os que o fazem  apenas para cumprir "calendário", e infelizmente à bastantes .
Não vou sequer falar nas fases de dúvidas, aceitação ou negação.
Começo já pelos factos  confirmados .
Alguns  pais  procuram o sonho, de um mundo que respeite a igualdade na diferença e podem ser mais individualistas ( o que é o meu caso) outros procuram a solução , muitos criaram associações com a melhor das boas vontades e têm lutado pelo conhecimento e reconhecimento do Autismo, com vontade de ir mais além não dúvido que esse seja o desejo de todos.
Chegamos  à idade adulta , com mais ou menos funcionalidade .
E agora!? Sabemos que sabem,..
Também sabemos que cada um têm a sua/suas particularidades, mas que podem ser úteis e extremamente capazes...
Então e agora!? Continuamos com o mercado de trabalho com portas trancadas, burocracias  infinitas, a maior dificuldade é a legislação ( ouvi ontem no seminário- Sei Trabalhar), realizado pela Federação Portuguesa de Autismo.
Afinal, quem é que resiste à mudança!?
Já muitos sabem o meu sonho , em breve revelarei para os que ainda não sabem.


Nota final o que aqui escrevo, ou escrevemos é da minha inteira responsabilidade e embora fale no plural ( sei que outros se reveêm na minha filosofia de vida), é relativo ao que penso, sinto e vivo,
Acrescento ainda, que de facto é sempre o meu filho que me inspira e impele para que não desista, quando às vezes tenho vontade.
Reafirmo que dentro da minha liberdade ( não é egoismo), estou/estaremos sempre disponíveis para colaborar voluntariamente, com toda e qualquer instituição, associação, ligada ás perturbações do Autismo, assim como individualmente ( não fazemos discriminação).
Já o contrário, não será tão bem aceite, que quem não faz parte, (é como senão existisse).
Ainda outra nota, não sou contra as associações, antes pelo contrário, admiro o esforço de quem se entrega, de corpo alma , a uma causa que tanto me toca.
Só ainda não me revi, porque isso  limitaria a minha  independência , nem sequer é indefinição

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

"Dalim/Dalão"


Como é se explica, a uma pessoa que não nos conhece de parte alguma, estas infantilidades.
O interesse de adulto por um pequeno alarme de entrada, entra e sai várias vezes, para ouvir o som, até que  descobre o aparelho e o passeia pelo establecimento.
Até quer sair com o sensor, para ir mostrar ao pai.
Por mais que lhe diga para parar com a brincadeira insisti e até imita o som.
Lá têm que sair uma justificação (podem me crucificar), tem autismo, às  vezes saem assim umas palermices sem sentido.
Se fosse uma criança isto seria um comportamento justificável.
Resumindo, tenho de lhe comprar um brinquedo daqueles, não vai ganhar para pilhas ;)

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

"Mortinho, por chegar a casa"



-Só me atrasas, não tens mais nada para fazer, (diz-me ele) (como se o cerebro dele estivesse em ebulição).
Aflito para não se esquecer de uma frase que um amigo das caminhadas  lhe tinha dito :
" È o dia mais fraco, com menos movimento", a frase chave, relativa às 2ª. feiras.
Vamos lá rapidinho para casa, que frase não pode fugir , a ver se é remédio , para as "malfadadas" 2º. feiras.
Lá escrever, escreveu...
Mas não aconteceu o milagre,e assim continuamos com a lenga lenga das  2º feiras de segunda a segunda, semana sim, semana sim...

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Unidos pelo Autismo

Porquê é mais forte o Amor que nos Une.
Do que qualquer dificuldade!
Há momentos de partilha , onde todos somos iguais!
E este Amor consegue ser visível até aos olhares, mais distraídos!
Sejam Felizes e sintam :
Este  Autismo Amor em Rede!

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

"Valente"


Nas idas ao dentista, não saiu à mãe :)
Enquanto estamos na sala de espera, comenta que vai levar uma anestesiasita (termo usado por ele).
Para a 2ª, sessão do tratamento de um dente colocar a massa definitiva.
No inicio ainda entrava com ele, agora fico da parte  fora, ele é forte e já o conhecem para perceber que ele só têm de saber o que lhe vão fazer :)
Enquanto aguardo na sala de espera, ouço a médica  perguntar, Bruno queres que pare!?
-Ele responde que não, (estar mais de meia hora de boca aberta não é para todos).
Ah! e sem anestesia, é! ou não é valente!?

sábado, 17 de setembro de 2016

"Armado em inspector"


-Tenho uma coisa para te mostrar!?
Estremeço, o que me irá mostrar (algum disparate), afinal não desta vez um simples pacote de leite fora da validade, não é assim tão grave, deixa ficar.
Entramos numa loja, enquanto estou a pagar, diz à empregada, está ali um leite, que termina amanhã a validade  ( lá fica a rapariga com ar admirado a olhar para ele e agradece).
Para renovar a actividade que têm no ginásio, têm de passar por uns pequenos testes, pesagem, imc ,tensão arterial e pulsação.
Mas não fica só atento  aos parâmetros dele, e logo refere o peso dos colegas, principalmente de uma que nossa vizinha .
E depois esquece-se do resto, para ocupar a cabeça com as medidas dos outros.

terça-feira, 30 de agosto de 2016

" Não dá; Não dá, Não dá"


Lá vou eu bater na mesma tecla.
Devo estar a torna-me autista!?
Ninguém mais do que eu ambiciona com todas as forças a inclusão, mas a força não basta, o desejo não basta, a vontade não basta.
Têm dias que só vejo os impossíveis, para quê bater na mesma tecla, cansada das minhas repetições, cansada do meu querer, se nada resulta.
Não posso culpar os outros por falta de compreensão ou de tentativa de inclusão, se ele não facilita.
Mesmo eu que já levo anos de preparação, e muitas vezes , já antevejo o que se vai passar, falta-me a paciência  e  a capacidade de dar a volta ao assunto, apenas me apetece desistir.
Os outros não têm obrigação de  aturar  todos os comportamentos desajustados e a falta de senso, que ele diz não conseguir controlar.
Pode retrair-se por momentos, mas rápidamente volta à  "carga"*, fazer ou dizer o que se já lhe disse milhares de vezes que não é suposto , dizer ou fazer, e que se deve limitar às suas funções.
Sem saber que ele retomaria hoje uma das tarefas, o meu "feeling"* , já me dizia que se ia passar  alguma coisa, muniu de telemóvel, para qualquer eventualidade.
Chegada ao local onde o ia deixar, a Drª. dirigiu-se a mim, se tinha algum tempo para falar, lógico que tenho  todo tempo do mundo.
Lá estacionei o carro e estivemos a conversar, infelizmente nada que eu não esperasse do seu comportamento provocatório, se estiver com uma criança comportasse como ela.
Se vir uma pessoa do outro lado da rua, grita pelo nome dela (excesso de confiança, que ninguém lhe deu).
Na entrega  se for pessoas que lhe agradem mais, manda as passar à frente.
Dá informações que estão nos estatutos de atribuição, mas que não lhe compete a ele e as pessoas obviamente , não gostam.
Um sem número de comportamentos, que já o avisamos centenas de vezes, para não fazer.
Não pude tomar outra atitude, senão dizer lhe para o suspenderem, para ver se ele aprende.
Assim, não dá, não dá, os avisos não servem, as chantagens não servem.
O que fazer !? Desta vez ficou, até trabalha e faz bem as coisa.
Quando o fui buscar, voltou à parte palerma.
Oh! My god.
*-Carga- a mesma coisa
*feeling- sentimento,sensação

domingo, 28 de agosto de 2016

No complexo Mundo do Autismo


Prioridades
Não é meu hábito, em 31 anos de vida.
Terá sido a primeira vez, que uso a condição dele ser diferente , para ter prioridade.
Ele não é autista como o referi, mas têm  Autismo uma condição para  toda vida, que o impediria de usar essa coisa das prioridades.
Por muito que gostasse do artista e lhe  quisesse dizer que ficaram algumas músicas por cantar no espectáculo, nomeadamente o tema : "Quem me leva os  meus fantasmas"
Quem aguentou  quase duas horas pela entrada do artista em palco.
Quem cantou, pulou ( como artista sugeriu) durante as duas horas de espectáculo até se lesionar, que se quis sobre pôr em alguns temas ao próprio Pedro Abrunhosa, músicas que ele sabe de cor e salteado.
Nunca ousaria pedir aquilo a que têm direito o tratamento prioritário.
Para ser franca, poderia ter-me vindo embora. sem esse cumprimento e sem essa entrada, escusava de passar por insinuações maldosas e ignorantes de quem não distingue.
Eu (mãe) quis rapidamente despachar aquele encontro para não ser maçador, e não incomodar os outros que estavam em fila de espera.
Em Feira dos Frutos 2016


 Algumas vezes não sei bem qual o sentimento que posso definir em cada situação, será um misto de vergonha, ou de tristeza.
Curiosamente, não sei bem o porquê deste mal estar, na situação descrita..
Vergonha porquê!?se tenho um filho  fantástico e puro.
A única condição que o distingue, é ser portador de uma perturbação do espectro do Autismo, o que faz dele o tal ser humano extraordinário , mas que não enxerga a maldade , que possuí  algumas inabilidades relativas à sua condição especial a nível comportamental, que se resumem em poucas palavras:
Dificuldades na comunicação e socialização ( a forma particular, de se querer fazer entender, pode ser desajustada). Diria mesmo incompreensível para quem não fizer um pequeno esforço.
Indo agora ao que me levou a mais esta reflexão:
Devo calar-me, e manter oculta esta condição!?
Ou devo ter alguma coragem de passar a palavra, que não é má educação, e faz parte da sua maneira de ser!?
Não tenho a capacidade de mudar o mundo, mas gostaria que o maior número de pessoas , estivessem atentos e compreendessem, não estarei cá para sempre , e preciso mesmo que entendam.

Obrigada
Mãe Mina

Nota-No fundo ele queria tirar uma foto com artista, que não ousamos pedir, que como bom autista cumpridor de regras,  perante a informação "expressamente proibido tirar fotos", ele não iria quebrar a regra.
Trouxemos de recordação este postal e um CD, para este fã especial.

terça-feira, 23 de agosto de 2016

"Tem Futuro!?:)


Eu gostava de ser jornalista e comentador desportivo no Canal a Bola TV e com o programa "A BOLA DA MANHÃ".
Gostava de apresentar o programa a "A BOLA DA MANHÃ", a ir para o ar antes do programa a A BOLA DO MEIO-DIA.
Eu gostava de apresentar "A BOLA DA MANHÃ" a ir para o ar entre as 10horas da manhã e as 11:40.
Eu começava assim.
-O Benfica venceu a supertaça Cândido Oliveira, vencendo o Sporting de Braga por 3-0
-Rui Vinhas venceu a volta a Portugal em bicicleta.
-Portugal venceu as Honduras por 2-1 nos jogos Olímpicos etc.
 Vai começar "A BOLA DA MANHÃ.
Muito bom dia , o  Benfica venceu a supertaça Cândido Oliveira ao vencer  Sporting de Braga por 3-0-
A certa altura eu era capaz de dizer :
É meu convidado nesta bola da manhã o Rui Vinhas  vencedor da volta a Portugal em bicicleta.
Rui Vinhas , antes de mais muitos parabéns pela vitória nesta volta a Portugal etc.
Eu gostava de criar um novo programa de informação desportiva ás 10 horas da manhã chamado " A BOLA DA MANHÃ ", todas as manhas na BOLA TV.
Eu queria ir aos estúdios da BOLA TV, para saber se aprovam ou não a minha sugestão, de estrear o programa "A BOLA DA MANHÃ" diariamente ás 10 horas na BOLA TV
Por volta das 11:35 eu digo:
Antes de fechar-mos esta "A BOLA DA MANHÃ", vamos recordar os principais destaques.
Por volta das 11:40 eu digo fica por aqui  "A BOLA DA MANHÃ", já a seguir Alexandre Èvora apresenta  A BOLA DO MEIO DIA.
Fiquem Bem, fiquem com a BOLA TV
Tchau.
Ainda escrito por ele, em jeito de comentário.
De manhã é quando há menos desportos, por isso eu queria criar e apresentar de manhã o programa  "A BOLA DA MANHÃ", entre as 1o e as 11:40 da manhã.
Os programas que costumavam dar na BOLA TV a essas horas da manhã, passavam  a dar das 14:13 ás 15:53, substituindo a repetição do programa  A BOLA DA NOITE.
Eu queria saber se o director de programas da BOLA TV concorda comigo ou não.

Textos transcritos na integra