Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

quarta-feira, 12 de maio de 2010

"Resumo da Final do Estoril Open"


Mais um texto, escrito ao nível do Bruno, com muita repetição e muito pormenor, o desporto de bancada é outro dos grandes interesses dele, que assimila todas estas regras e estratégias, não só no futebol, mas também em outros desportos aqui fica o resumo da final do ESTORIL OPEN, visto por ele...
Mãe Mina

Eu sofri mais com o ténis do que com o futebol.
O Frederico Gil entrou bem no encontro ao ganhar o primeiro jogo mas depois o resto do primeiro set foi dominado pelo Espanhol Albert Montanês, que acabou por vencer por 6-2.
No segundo set mais uma vez o Frederico Gil, começa por ganhar o primeiro jogo, mas depois no terceiro jogo o Albert Montanês quebra o serviço a Frederico Gil.
O Albert Montanês só precisava de ganhar todos os jogos de serviço para revalidar o titulo conquistado o ano passado e até teve dois match-points, quando ganhava por 5-3 e Frederico Gil servia para se manter na discussão do encontro.
Frederico Gil salvou esses match-points e reduziu para 5-4.
Depois na primeira oportunidade que teve Frederico Gil recupera a quebra de serviço que sofreu no terceiro jogo e leva o segundo set para tie-break.
Frederico Gil vence o tie-break por 7-3 e leva o encontro para o terceiro set.
No terceiro e decisivo set, Frederico Gil começou por quebrar o serviço, a Albert Montanês, e assim venceu o seu jogo de serviço. e voltou a quebrar o serviço a Albert Montanês, quando Frederico Gil estava a vencer o Albert Montanês por 3-0 com dois breaks de vantagem.
Eu sofri tanto porque senti que a vitória do Frederico Gil, no Estoril Open estava cada vez mais próxima.
Quase fazia lembrar a final do ano passado em que o James Blake teve dois match-points no segundo set que foram salvos por Albert Montanês, que depois viria a vencer a terceira partida, por 6-0.
Mas quando o Frederico Gil vencia o terceiro set por 3-0 o Albert Montanês começou a recuperar, começando por quebrar o serviço a Frederico Gil e a reduzir para 3-2.
Frederico Gil ainda se adianta para 4-2, ganhando o seu jogo de serviço, mas depois com o resultado em 4-3, Albert Montanês volta a quebrar o serviço a Frederico Gil e de seguida faz o 5-4.
A seguir Frederico Gil serve para se tentar manter no encontro e faz o 5-5.
De seguida Albert Montanês faz 6-5.
Mais uma vez Frederico Gil serve para se manter na discussão do encontro, e Albert Montanês tem mais dois match-points nesse jogo.
Frederico Gil ainda consegue salvar o primeiro match-point, mas no segundo match-point Albert Montanês consegue mesmo fechar o jogo.
Era uma vez um Português que esteve tão perto de ganhar o Estoril Open.
Faltou um bocadinho assim...

Bruno V.

9 comentários:

Mina disse...

lool
Não me perguntem muito sobre este tema que estou a "leste" rsss
Não aprendeu com a mãe ihihi, ma há outro fã de desporto cá em casa kkk
Até snooker estes homens são fãs...

Aqui a mãe achou piada ao patriotismo, por ser suponho eu a primeira vez que um Português foi a uma final...
E notasse no retrato que ele fez do jogo que sofreu, e como terminou com a frase do "danoninho", também teve graça...
As coisas que este meu filho tem na cabeça xD

Fê-blue bird disse...

Uma excelente reportagem :-) Parabéns!
Confesso que não sou grande admiradora de ténis, mas fiquei feliz quando soube que um português chegava à final.
Tem aí uma bela equipa, pode continuar ;-)
Beijos a todos

Grilinha disse...

Ena Bruninho !!! Entendido em Ténis, hein ?
eu tb estou como a Mina...a LESTE ! Nem sei comentar. Só que quem escreveu percebe do assunto...e eu não...e só agora soube que um Português esteve tão perto. Grande repórter !


Beijinhos

AVOGI disse...

Vamos todos para leste?

Mina disse...

Fê- blue bird
Eu já tive mais interesse pela modalidade, quando acompanhava o pai, noutros tempos rsss

Agora este meu rapaz tem cá um reportório e sabe os nomes deles todos.
E ter um português na final é inédito...
bjocas

Mina disse...

Grilinha
Vai ao pormenor, parece que está a relatar um jogo de futebol, e já viste teve de decorar aqueles números todos rsss, estes jogos ainda por cima levam horas, mais que uma partida de futebol, não sei quanto durou este própriamente dito, mas se lhe perguntar ele sabe rsss só que a esta hora já está a nanar.
Acompanha estas coisas todas, este meu enciclopédico ambulante XD
Este rapaz já não podia viver sem os canais de desporto e música.
É mesmo inacreditável, "este vazio, tão cheio", dificilmente é percepctìvel a quem não lida com eles-
São de facto fascinantes.
bjocas

Mina disse...

Avogi
P'ra leste do paraíso...lool

Já ficam a conhecer uns termos para dar "penacho", e podem dizer que aprenderam com o Bruno rsss
tie break, match point,set, quebrar o serviço ihihi
Um dia destes ele explica o que isto quer dizer.
bjocas

AVOGI disse...

MINA espero que ele explique como se para uma crianças se tratasse é que eu não catrapisco nada nadinha. kis :)

BrunoV. disse...

-Tie-break é um jogo que se disputa para desempatar um set quando o resultado está em 6-6. Este jogo um jogador serve no primeiro ponto e depois cada jogador serve dois pontos. Ganha o tie-break quem chegar primeiro aos 7 pontos com pelo menos dois pontos de vantagem sobre o adversário.

-Set é um conjunto de jogos quem vencer 6 jogos com dois jogos de vantagem sobre o adversário vence o set.

-Um Match-point é um ponto que pode dar a vitória no encontro ao jogador. Quebrar o serviço é quando um jogador vence o jogo no serviço do adversário.

-Serviço é aquele que serve a bola em primeiro.

Beijos para todas.
Obrigado.