Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Ilusões do Amanhã...

'Por que eu vivo procurando um motivo de viver,
Se a vida às vezes parece de mim esquecer?
Procuro em todas, mas todas não são você.
Eu quero apenas viver, se não for para mim, que seja pra você.

Mas às vezes você parece me ignorar,
Sem nem ao menos me olhar,
Me machucando pra valer.

Atrás dos meus sonhos eu vou correr...
Eu vou me achar, pra mais tarde em você me perder.

Se a vida dá presente pra cada um, o meu, cadê?
Será que esse mundo tem jeito?
Esse mundo cheio de preconceito.

Quando estou só, preso na minha solidão,
Juntando pedaços de mim que caíam ao chão,
Juro que às vezes nem ao menos sei, quem sou.

Talvez eu seja um tolo, que acredita num sonho.
Na procura de te esquecer, eu fiz brotar a flor.

Para carregar junto ao peito,
E crer que esse mundo ainda tem jeito.
E como príncipe sonhador...
Sou um tolo que acredita, ainda, no amor.'


PRÍNCIPE POETA (Alexandre Lemos - APAE)
Este poema foi escrito por um aluno da APAE,
chamado, pela sociedade, de excepcional...

Excepcional é a sua sensibilidade!
Ele tem 28 anos, com idade mental de 15
Eu peço que divulguem para prestigiá-lo.
Se uma pessoa assim acredita tanto, no amor
porque as que se dizem normais se fazem de indiferente?

informação retirada daqui

9 comentários:

Fê-blue bird disse...

"Quando estou só, preso na minha solidão,
Juntando pedaços de mim que caíam ao chão,
Juro que às vezes nem ao menos sei, quem sou."

Sabe que aprecio muito poesia, e sinceramente estou comovida com a profundidade destas palavras....LINDO!!!
Estes jovens precisam tanto do nosso amor!
Obrigada por o ter partilhado connosco.
Beijinhos

Fê-blue bird disse...

Já estou a seguir o blogue lindo que aqui recomendou.
Beijinhos

Mina disse...

Fê blue Bird
Eu também achei genial...
Sentesse cada palavra, escrito desta maneira é inxesplicável o que pode brotar destes seres...
Nem sequer sei o que é APAE, mas sinto que este ser humano é de facto expecional, e transparente ao revelar os seus sentimentos.
Não costumo fazer isto de ir buscar a outros blog, mas como a Aninhas, fez o favor de dizer para se servirem e merece ser divulgado por este mundo fora...
bjos

AVOGI disse...

Mas que sensibilidade . de alguém que tem norte e sabe para onde vai, embora julgue que não sabe. kis

Mina disse...

Avogi
Alguém que sente de forma muito igual, e que até o titulo é emblemático "ilusões do amanhã", que não sejam ilusões mas certezas como tem na forma de se expressar...
bjocas

Ray Gonçalves Mélo disse...

Mina , minha flor ,
Que linda poesia !
Porque será que o mundo não quer aprender com estes setres t~~ao fantásticos?
Porque será que a dita normalidade é que a bonita e compreendida?
E sãos estes muitas vezes que nos decepcionam com suas loucuras.
Triste não é?
Um beijo grande para ti e meu querido Bruno!
Ray

Mina disse...

Querida Ray
Fiquei encantada com esta forma de expressão, será que os nossos "meninos" homens também sentem assim e não o sabem transmitir através das palavras, estou convicta que sim.
E que estas ilusões do amanhã se transformem numa maior compreensão e aceitação da diferença, que nem sei quem é aqui o diferente?!...
Bjcas grandes para ti e Felipe

Aninha disse...

Pode copiar sim rsss
é pra divulgar msm a sensibilidade desses meninos e meninas
Podes copiar o que quiseres ok

Bjus e até a próxima

Mina disse...

Obrigada Aninha
Já cá está como vê, acho que o mundo devia pôr os olhos e ver...
Bjos e obrigada pela partilha