Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Quem é que faz as leis do desporto?


Aqui fica mais um texto, ao estilo literário do Bruno, com algumas certezas e também algumas dúvidas!?... Que só as pode ter quem acompanha estas modalidades, o que é o caso dele rssss como ele "ingere" tanta informação kkkk
Mãe Mina

No Futebol é a FIFA.
No Automobilismo é a FIA.
E nas outras modalidades quem faz as leis?
Eles de vez em quando mudam as regras das modalidades desportivas por exemplo o ténis de mesa que antigamente se disputava até aos 21 pontos agora disputa-se até aos 11.
Antigamente quando um jogador atrasava a bola com o pé para o guarda-redes num jogo de futebol se este agarrasse a bola com as mãos não era falta. Agora é.
Quando um jogador despe a camisola na comemoração de um golo, o árbitro mostra-lhe um cartão amarelo, porquê?
No voleibol antigamente no serviço se a bola tocasse na tela e passasse para o outro lado o serviço passava para a outra equipa. Agora se a bola tocar na tela e passar para o outro lado a equipa mantêm o serviço e ganha ponto. Antigamente no voleibol a equipa só marcava ponto se tivesse o seu serviço. Agora já ganham ponto sempre que pontuem mesmo que a equipa adversária esteja a servir também antigamente o voleibol disputava-se até aos 15 pontos agora disputa-se até aos 25.
Eles no hóquei em patins meteram a linha do anti-jogo. E também há uma regra injusta que é a regra do golo de ouro. No prolongamento a equipa que marcar primeiro um golo no prolongamento num jogo de hóquei em patins ganha o jogo. No futebol havia a regra do golo de ouro mas acabaram com essa regra no futebol e aplicaram-na agora no hóquei em patins porquê?
Será que existe algum site onde eu posso criticar as leis do desporto.
Acho que deviam mudar as regras no ténis porque nos grand slams com excepção do Open dos Estados Unidos não há tie-break que é um jogo de desempate que se faz nos sets para decidir quem vence o set no caso de esse set ser o último. Nos outros grand slams (Roland Garros, Open da Austrália e Wimbledon) não fazem tie-break e os jogadores jogam indefinidamente nesse set decisivo até que um dos jogadores tenha ganho mais dois jogos do que o seu adversário. Isso pode nunca acontecer porque se ambos os jogadores ganharem os seus jogos de serviço, o jogo nunca acaba no set decisivo. quando ambos os jogadores estão empatados a 6 jogos no set é que se costuma fazer esse jogo. Ainda para mais é nos homens que um encontro de ténis pode demorar mais de 6 horas o que é bastante tempo. Porque são encontros a melhor de 5 sets e se tiver de se disputar o quinto e decisivo set não há um jogo de desempate com excepção do Open dos Estados Unidos.

Bruno V.

4 comentários:

avogi disse...

Mas este rapaz escreve!Muito bem!:)

Mina disse...

Avogi
É a forma mais facíl dele se expressar é através da escrita, que basicamente nada interfere no seu pensamento...
E esta capicadade de ter tanta coisa para nós superflua é surpreendente, como dá para ler...
Só me resta ter orgulho neste filho fascinante...
Bjocas

avogi disse...

E muito orgulho, Mina. Ele é realmente fascinante.

Mina disse...

kkkk
Avogi,
O Bruno ao ler os seus comentários, quando lhe disse que a Avogi é professora, ele disse: pois, mas não é de Educação Física rsss, senão sabia responder por que mudaram as regras loool
As risadas são da mãe kkkk,
Que ele disse com ar muito sério. Nem era para registar mas achei piada...
bjocas