Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Resistência



Mais uma forma de testar as nossas capacidades, e fazer aquilo, poderiamos achar ser mos incapazes.
É minha filosofia de vida tentar sempre,e tenho passado esta prática ao Bruno,( a que o pai chama de teimosia, eu chamo persistência) desistir não é o nosso lema, mesmo que existam medos e inseguranças, nós iremos superar.
Juntos somos mais fortes, e se for em grupo tanto melhor.
Quando atingimos os objectivos, o resultado do cansaço, transformasse em felicidade.
Prova superada,as dificuldades, dão-nos força para vitória final...

Depois de 21 Km de caminhada pelo planalto das Cesaredas, estamos prontos para ultrapassar outros obstáculos...

Podem ver aqui o grupo que organiza as caminhadas e seus trajectos, aberto a todos que queiram participar, daqui e da acolá:)

10 comentários:

Nina disse...

E eu que falava agora de fraqueza!:(

Tenho muito que aprender!
Parabéns, Bruno!
bji aos 2

Fê-blue bird disse...

Prima, é essa resistência que eu admiro em si.

CONTINUEM COM FORÇA E PERSISTÊNCIA!

beijinhos

Mina disse...

Nina
Rsss, das fraquezas fazemos forças.
Ás penso que eu é que não sou capaz, mas não lhe posso transmitir essa fraqueza, e mostro-lhe que se queremos somos capazes.
No caminho até já lhe achava piada, iamos sempre com reforço positivo,só falta metade 10km, só falta 5,8km e a última placa que vimos, faltavam 2,8km estamos quase a chegar.
Nunca usamos o ainda falta tanto.

É mesmo valente este rapaz na véspera tinhamos participado noutra caminhada (ligeira) e um dos pés dele não estava bem levou meia elástica e os últimos seis kms começou a causar lhe mau estar mas como espirito é vencedor. E vinha preocupado comigo se eu torcia algum pé rssss
bjinhos

Mina disse...

Aí Prima Fê

Que raio de nota musical é o si:-)

Mas ele é estimula, e depois acho que já somos os dois "aspies", se marcamos temos que cumprir, e ainda fiquei em dúvida, por causa do pé dele.
Mas inicialmente até pensei que fosse ele a dar parte fraco , que não gosta de perder e não ser capaz era mais frustrante.
Até foi fácil diz ele hoje, já está a ver tudo quanto é caminhos rsss e caminheiros.

Bjocas

São disse...

21Km?!É preciso mesmo resistência!

Gostei de ver as pessoas, paisagens e uma carteira igual àquela em que me sentei durante toda a instrução primária...

Um abraço para vós.

Mina disse...

São
A minha carteira, até 3ª. ano também foi daquelas, e tinha também o aparo com que escreviamos:-)
Este museu é um desfiar de recordações no Reguengo Grande, gostei muito carregado de velharias. Beijinhos

quem és, que fazes aqui? disse...

Persistir, persistir e avançar.

Beijo

Laura

AvoGI disse...

26 kms? ai mulher eu desfazia-me
kis .=)

Mina disse...

Laura
Muitas vezes persiste se muito e avança se pouco.

Algumas vezes dá vontade de desistir, mas avançamos até onde nos deixam, pelo menos as pernas para andar, graças a Deus ainda temos.

Beijinhos

Mina disse...

Loool Avogi
Não exageres, rss foram só 21Km , já estás a fazer conta com os 8 Km de preparação com outro grupo de caminheiros no dia anterior lool
bjocas