Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

domingo, 17 de junho de 2012

"Hiper sensibilidade"



Pequeninas coisas, que fazem a diferença!
Há quem tenha pulgas na cama:-)

Rsss, há quem tenha melgas no quarto!
E às 4 horas da manhã, ande a melgar, com as ditas.
-Sacanas das melgas, não me deixam dormir.
-Anda aqui uma melga, caraças da melga.
Como se com todos os nomes chamados à melga, ela se evapora-se.
Tinha que acordar,o pai e mãe para irem à caça melga.
Não dormiria o resto da noite,e passaria-a na lenga lenga da melga,de mata moscas em punho, sem a conseguir atingir com a falta de jeito.
(Hiper sensível a pequenos ruídos), claro às melgas até eu sou)

6 comentários:

São disse...

Melgas, mosquitos e afins são mesmo uma maçada!rrss

Um bom domingo para vós.

Nina disse...

Até eu, querida Mina!
Nesse aspeto sou tal e qual o Bruno!:)
beijinhos aos 2

Fê-blue bird disse...

Prima, MELGAS!!!
Só de imaginar fico com comichão :)

Beijinhos e bom resto de domingo sem melgas :)

Mina disse...

São

Qualquer insecto é uma maçada rsss, principalmente durante a noite;)

Beijinhos e bom domingp

Mina disse...

Nina

O curioso, não é só o incomódo que causam principalmente as melgas, deve ser por isso que se chamam melgas, são chatas à brava:)

É a forma como ele lida com elas, como se a conversar com elas e chamar-lhe nomes elas desaparecem.
É uma forma indirecta de nos pedir ajuda e isto é em todas as situações, só quem vive com ele percebe. Algumas vezes fazemos nos desentendidos a ver se ele resolve as situações, mas não, o efeito é ir aumentando o mau estar( tom de voz, ansiedade) , enquanto o problema não esteja resolvido.

Em pequeninas coisas se nota a forma diferente de estar e lidar com as situações mais simples.

Beijinhos e bom domingo

Mina disse...

Prima Fê

O rapaz fica mesmo descontrolado, com raio dos insectos, até as moscas que não chateiam no escuro, se houver uma no quarto ele mesmo já não a ouvindo, fica com som no ouvido enquanto não a vir morta e bem morta, não descansa:-)

Estamos na época horrível dos insectos, estou aqui e raio das moscas, não nos largam, tempo abafado é no que dá.

Nós temos condão de atrair os insectos voadores e não só lool

Beijinhos e bom domingo