Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

terça-feira, 7 de abril de 2009

Meia gota Milagrosa!...


Esta manhã o Bruno, ao acordar, queixou-se que estava muito "atacado"...
Quer dizer muito constipado...
O pólen que se fazia sentir ontem em Lisboa entrava para dentro da viatura, qual " algodão flutuando pelos ares", despoletou esta reacção alérgica.

Andou todo o dia irritado, a pressionar a narina, carregando na narina esquerda para desobstruir a direita que está sempre entupida, diz ele.
Há pouco ao chegar a casa ,"atacadinho", não é que vai logo para o quarto e coloca vibrocil na narina.
E vem dizer-me:

-Mãe, estou muito melhor, coloquei meia gota de vibrocil.
-Meia gota filho?!... Como é que se põe meia gota.
-Sim mãe foi apenas um "niquinho" e exemplifica com os dedos.
É, ou não é?...
Uma maravilha esta explicação da meia gota, não pude deixar de sorrir... )

8 comentários:

Mrs_Noris disse...

O pólen é um tormento por cá também. Nesta altura as minhas varandas ficam amarelinhas do pó das flores das acácias.
Quanto aos pingos, até hoje não consegui contar as gotas para tratar o nariz do meu rapaz. Ponho a medida na pipeta e vai de esguicho que é mais rápido (lol). Felizmente melhorou bastante daqueles problemas de nariz que tinha quando era mais pequeno.
Beijokas.

BrunoV. disse...

Noris,
Eu tenho de pensar positivo porque os pensamentos negativos atraem os situações negativas. E quando eu pus aquela gotinha no nariz pensei que aquilo ia melhorar mas não. A situação piorou logo a seguir e piora sobretudo de manhã ao acordar. Eu penso que irritando as fossas nasais isto melhora mas não.
Beijos.

Mina disse...

Noris
Afinal, a gotinha, foi de efeito rápido, passou depressa o efeito.
Como a aflição era grande, ele sentiu alívio no momento.
Eu também tenho dificuldade em contar gotas é sempre um +ou-.
bjocas

mariamartin disse...

Caro Bruno,
Ás vezes é difícil saber se por meia gota ou logo 3 ou 4 é melhor ou pior.
Por aqui por casa também há 2 alérgicos e por isso há muitas gotas e sprays para o nariz.
Desejo-te as melhoras mas já sabes que isso passa com o fim da Primavera.

Beijos
mariamartin

BrunoV. disse...

Mariamartin,
Eu prefiro gastar pouco de cada vez para ter mais quando precisar. Se eu gastar logo 3 ou 4 gotas de uma acentada depois posso precisar de mais e não tenho. Além de mais eu sinto que quando ponho essas gotas no nariz o Vibrocil consigo adormecer mais facilmente. Ainda tenho de esperar até Junho. "Bolas" ainda falta muito tempo. Espero bem que isto passe antes.
Beijos

Mina disse...

Maria martin
Está tão poupadinho o meu "rapagão", esqueceu-se é que há poucas semanas gastou 200 euros em livros, agora tem de poupar nas gotas xd.
Mas já se viu, que herdou o sentido de humor da mãe lool.
Adoro estes termos que ele usa que ás vezes nem sabe muito bem,o que querem dizer é porque os escuta em contextos idênticos, como esta do "estou atacado"=a constipado, "acentada"=ao tudo de uma vez, o "Bolas"=ao exagero. Estas formas de expressão não são habituais nele, por isso eu as achar tão engraçadas.Está sempre a surpreender me este "rapagão"
bjocas

mariamartin disse...

Cara Mina,
Já que falamos de poupar ou não poupar e de o Bruno ter gasto 200 € em livros, tomo a liberdade de lhe perguntar se o Bruno tem alguma semanada ou mesada e se sabe gerir esse dinheiro?
É que já tentámos dar ao meu filho algum dinheiro para ele gastar em gulodices ao longo da semana e ele gasta tudo num dia!
Depois do Verão, logo no 1º período, apercebi-me que ele não levava para a escola o lanche da manhã e questionado respondeu que não tinha fome (este aspie mente mesmo...!. Descobri depois que andava a gastar as suas economias das férias e que havia ganho a fazer alguns trabalhos de limpar o jardim ou o carro.
A última demonstração de falta de controle do dinheiro foi no telemóvel - carreguei-o com 7,5 € que ele gastou em menos de 2 semanas tendo ainda ficado com saldo devedor de 2,95 €!
Agora pedi ao irmão mais velho que averigue um tarifário que possamos controlar...
Será que eles são mesmo incapazes de gerir o dinheiro? Do que eu tenho lido, parece que sim, mas é sempre bom ouvir quem já sabe mais do que eu...!
É que a ser assim é certamente uma grave incapacidade no futuro...
Beijos para os dois!
mariamartin

Mina disse...

Maria martin
O Bruno nunca teve mesada ou semanada, e não sabe de facto gerir o dinheiro, embora ele não se deixe enganar. Pode é não saber reclamar na hora.
E se por um lado tem a "sindrome da forretice", familiar, que procura o mais barato, mas quando é coisas de que ele gosta, ou quer muito é intransigente. E, é, tudo ou nada, imagine que foram 20 roteiros, diz que viaja nos livros.
Ele não dá valor ao dinheiro em si, nem a valores materiais, portanto puderia gastar todas as economias nestas coisas obsessivas.
E quando ainda andava na escola se tivesse dinheiro, e outros lhe pedissem ele simplesmente dava.
-Então filho deste o dinheiro?
-Eles pediram-me...
E chegava a ficar sem almoçar, até que desisti de lhe dar dinheiro.
Agora ele vai gastando as economias, que lhe vão dando ou nos anos ou em Natais, esta "dinheira-ma" toda adveio daí xd.
Acho curioso o seu usar o telemóvel, se é para comunicar com os outros é fantástico, o meu não passa cartão nenhum ao telemóvel nem ao telefone, quer-se logo ver livre desses objectos.
Só usa o telemóvel quando saí, para mais longe, e ,é para eu o contactar xd
E, minha querida amiga, eu não sei mais que ninguém, cada um sabe sempre melhor de quem lhe está próximo. E o que eu tenho aprendido é com a vida. E acho que sei sempre muito pouco deste misterioso enigma , fascinante deste ser que é o meu filho.