Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

"Aventuras"


Que medo!
É assim que o pai vê, as pesquisas que o rapaz faz no google de caminhos.
Caminhos que algumas vezes são verdadeiros becos sem saída!
Como é caso da imagem, tirada ontem depois de fazer-mos marcha à ré, por várias vezes.
Em caminhos lamaçentos e cheios de poças, com as bikes às "costas", e com medo que escuresse sem saber-mos onde estavamos.
Não vou mais nas tuas invenções ( diz o pai)
A mãe depois de ter passado até acha piada,se assim não fosse não tinha história para contar.



16 comentários:

Mário Relvas disse...

Olá Mina!

Ainda bem que há aventuras e histórias para contar. Tem novidades lá no meu cantinho. Será que vai mudar o título do blogue? Duvido...

Beijinhos para si e para o Bruno e abraço ao marido :)

São disse...

Nem sabe quanto a admiro e ao seu sentido de humor , Mina!

Apertado abraço

Rainbow Mum disse...

Ehehe! Grande aventureiro :)

Mina disse...

Mário

Obedecemos todos a rotinas , o que é uma chatice rsss, ninguém gosta de mudar nada:) E assim manteremos o mesmo nome, iremos dar-lhe um ar Natalicío:)

Já li, as alterações , do DMSV, estiveram em discussão no congresso sobre a Síndrome de Asperger, à muita gente que as considera catastófricas.
Na minha modesta opinião estou de acordo com alteração, quem tinha autismo não vai deixar de o ter.

beijinhos para vocês 3

Mina disse...

São

Lool rir ainda , não paga imposto:)

Não adianta ficar a "bufar", como o pai, cada vez que o rapaz olha para um carreirinho:)

Beijinhos

Mina disse...

Rainbow Mum

Podes querer, vamos a sitíos que nunca iriamos de outra maneira, este rapaz agora virou para a descoberta, um dia ainda vamos descobrir o novo caminho terrestre para a India rssssssss,(brincadeira)

Beijinhos e b.f.s

Fê-blue bird disse...

Prima, se tudo fosse certinho não seria uma aventura ! :)
E estão todos juntos a desbravar novos caminhos :)

beijinhos

Silvya R. dos Reis disse...

Haha é como você disse: "...Se assim não fosse não tinha história para contar".

Situações como essa são perfeitas para no futuro se lembrar e rir.

A propósito, bonito o lugar !

Um abraço. <3

AvoGI disse...

mas que ma aventureira
kis .=)

Mina disse...

Prima Fê
Mas estes "Aspies" ficam logo atrapalhados, mais o pai, que filho já se vai habituando com a mãe a estas aventuras é o que dá confiar na mãe.
Caminhadas a pé ou é em grupo, é só nós dois, e também já nos aconteceu meter por atalhos, temos começar a levar bússola:)

Beijinhos

Mina disse...

Silvia

Sem dúvida que as coisas que nos marcam são as diferentes, sejam elas boas ou más.

Esta imagem é só mais um caminho dos muitos que percorremos alguns tem saída este não tinha, ainda tentei uma escapatória por uma propriedade privada, mas não vi buraco de saída, e ainda podia aparecer o dono e soltar os cães:)

Beijinhos

Mina disse...

Avogi

Ainda vamos escrever o livro uma aventura a 3, e tirar lugar às duas senhoras famosas:)

Beijinhos e b.f.s

Mina disse...

ahahah lá ao fundo vem as duas "formigas", pai e filho, quer dizer que a mãe a pé anda mais rápido.
Pudera não carrega as bikes:)

Nina disse...

E eu adoro ler as vossas aventuras!:))

bji aos 2

quem és, que fazes aqui? disse...


Mina, vocês são engraçadíssimos!

Gosto mesmo de ler estas aventuras!

Bom fim de semana e beijinhos.

Laura

Mina disse...

Nina e Laura
Obrigadas
Perderia a piada, se o dono de alguma propriedade não gostasse de nos ver por lá a pastar, com as bikes.
Mas era mesmo só à procura de uma saída para não ir-mos marcha a ré, e foi pior a emenda que o soneto e fomos por um caminho bem pior que o da imagem, supostamente para emendar este, quando vimos caminho com alcatrão suspiramos de alivío.
Fixe esta agora tem saída!E não! é que não tinha e fomos dar a uma propriedade privada.
Enfim, quando parar de chover à mais, que trouxemos lama para casa:)
beijinhos