Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

domingo, 21 de março de 2010

Primeiras horas /dias

As primeiras, noites na maior das loucuras, dormiste na minha cama estreita, nada nos podia afastar, e nem temi que caísses ou te pudesse "esborrachar", só te queria aconchegar.
Acabado de nascer umas duas horas após o parto , iniciamos mais um processo que viria a revelar se doloroso, a amamentação assim que a enfermeira observou os mamilos invertidos, pensou logo que tu não irias pegar.
Mas tu surpreendeste e tentaste mamar, só que o leite em vez de sair, começou a acumular e os seios a inchar "duros" que nem pedras o leite a encaroçar, as dores eram muitas e nem tinha posição para estar, mas eu tinha que te amamentar, era um elo que não poderia quebrar, pois só eu tu podia dar...
Foram massagens, bomba eléctrica e manual a inalação do sytocinon, febre ,mas nós iríamos continuar teimosamente a apostar nesta relação, em que eu clamava para tu sugasses o leite, chamava-te o meu "suguinho", para me ajudares nesta tarefa árdua de poder amamentar...
Por causa desta situação, ficamos 5 dias na maternidade, em vez das habituais 48 horas para o parto normal, nesse período eras o bebé bonzinho, não choravas por nada, podia estar tudo a "berrar" que tu não os acompanhavas, se tinhas fome também não choravas. Sempre que me ausentava,( apenas para as necessidades intimas), também não reclamavas, eras um anjinho que ali estava.
Muito provavelmente estes já eram os primeiros sinais da síndrome.
A amamentação, foi a parte mais compensadora mas também a mais difícil neste processo mãe filho, (vem, para ser justa o pai também sofreu um bocadinho) no primeiro mês ainda voltaria a maternidade mais 3 vezes com mastites, logo à 2ª. foi me receitado o parlodel para secagem do leite, mas foi mais forte do que eu e apesar de ter comprado o medicamento , não o iria tomar, tínhamos de continuar, mesmo com suplementos até aos 6 meses, consegui te amamentar,até vir nova mastite...

9 comentários:

Mrs_Noris disse...

Mas você, minha amiga, que elegância. Nem parece que teve um bebé, qual Victoria Beckam!!!

Eu dei mama ao meu até aos 6 meses, com suplementos desde a primeira semana, que sozinha não o conseguia saciar. E ao contrário do Bruno, o M era chorão, na verdade só faltou deitar a casa abaixo. Mal pressentia que eu lhe estava a preparar a refeição, começava aos berros e só se calava quando tinha o leite na boca, para voltar a chorar quando acabava a mamada.

Dormia sestas de 10, 20 minutos no máximo, depois de estarmos cerca de 1 hora e meia para o adormecer. Depois acordava a chorar. Sempre.

Não ficava deitado no berço, nem na espreguiçadeira, tinha de andar com ele ao colo o dia todo.

Foi um bebé difícil, exigiu muito de mim.

AVOGI disse...

Mas que corpinho danone.!!! nem li o artigo mantive os olhos postos no corpo da mãe. Mas, prometo vou ler depois de me babar ao olhar para a sereia na foto.depois de limpar a baba leio, lol kis até daqui a pouco...

Atena disse...

E eu não sigo que a Mina é um charme... Mesmo depois de ter sido mãe estava uma elegancia! E o Bruno também era um regalo de bébé! Na foto parece ser um bébé grande...
(Que saudades deles bébés:)))
Abraço
Cristina

Mina disse...

Noris
Comilão esse rapaz, mas tão importante com a quantidade de leite que se possa fornecer, são os elos afectivos que se establecem através da amamentação,o Bruno também foi com suplemento, até porque andei naquele primeiro mês quase sempre com febre e a antibiótico.
E para Bruno, nem que fosse para substituir a chucha para adormecer ,que ele nunca foi lá nessas coisas de silicone kkk e nem tinha bonecos, fraldas nunca usou nada para dormir...

Habituaste o menino ao colinho kkk, depende de cada criança...
bjocas

Mina disse...

Avogi
loool, não mudes de lentes não kkk, a foto já tem quase 25 anos isto mais dia menos dias rsss eram 52 kgs, não estava mal não srª., agora põe-lhe mais uma arroba em cima kkk, junta o michelan e dá um "batoque" ihihihi

Agora o que as meninas era para ver, era a sequência por isso é que pôs as duas fotos, a primeira ele a procurar a mama e seguir a mamar, Ah!.. e também é para ler tudinho rsss
bjocas

Mina disse...

Cristina
Nessa altura não me pude queixar, não foram os filhos que fizeram ganhar peso, fiquei exactamente com peso anterior à gravidez, não estive a acumular rsss
Mas claro que o corpo se deforma, as estrias que ganhei parecem operações,mas isso não interessa nada kkk, eles compensam isso tudo, é verdade dá saudades estas fofuras.
Não era um bebé grande mas era cheinho, e nestas fotos já tinha aprox. um mês.
bjocas

Mina disse...

Menina Noris kkk
Anorética eu?!...Jamais rsss é que a V.B é um esqueleto com pernas , deve pesar p´ra aí uns 40kg se tanto.
Deixa cá ver quem me poderias comparar kkk uma Cindy Crawford, parece-me bem loool
Querias!...(eu)

Mas a realidade mesmo é pernas de 20 rsss,cara de 40 ihihihi, e tronco de 50 ohohohoh, juízo de 30 agora façam a média looool, eu já fiz tá equilibrado kkk

Grilinha disse...

Oh...sinais de sindrome....
Não procures. Os bebés são todos tão diferentes....
Estavas uma elegância e é bom recordar. Quem me dera poder ter amamentado mais....Tenho "inveja" de quem o fez e faz...o jp achava o biberon muito fixe e só quando a fome era negra atacava a mamã de desespero. Mas ele tinha hipoglicémias e eu não podia deixá-lo baixar os níveis. Tinha de o alimentar de 3 em 3 horas e enfim...stress de todas as mamãs. Depois veio para casa e começou a "comer demais" até hoje. Felizmente é e tem tendência de ser esquelético, mas quando me lembro de meu stress pós-parto da alimentação até me dá vontade de rir. Cada uma de nós tem uma história diferente, mas todas temos em comum, preocupações e ansiedades típicas. Algumas são umas persistentes e levaram as mastites até ao fim...hein ? Tenho a certeza de que não te arrependes....beijos

Mina disse...

Grilinha
Claro que não me arrependo, arrepender me ia se não tivesse feito, não pela parte alimentar que também era suplementar rsss
Mas pelos laços afectivos que se criam é uma dádiva que Deus dá às femêas.
Comigo o criador falhou ao criar-me com mamilos invertidos, ainda assim deu-me leite rsss, que eu não podia desperdiçar...E voltei a repetir esta dose na 2º. experiência , já se vê que o defeito é meu kkk.
Ainda bem, que o JP não tem "fastio" vais ver logo começa a encher, o meu também era um "tira linhas" e agora é só gordurinhas é só acumular(nunca foi dos esquisito com a comida) a não ser com a ordem pela qual os comia, que é uma das caracteristicas destes meninos, outros rejeitam alguns alimentos segundo cores, texturas e sabores. Cada um com a sua particularidade.
bjocas
Lool, agora vocês deram para me massajar o ego com a elegância, isto foi á 25 anos... E olha quem fala menina Grilinha kkk