Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

domingo, 14 de março de 2010

O Máximo...


O Bruno é um desportista nato de bancada...
Ou seja, mais sofá ou cama lool
Assisti a todos os eventos desportivos na TV, seja snooker, futebol, atletismo.
E vai passando a informação ao pai. O pai já conta com essas referências kkk
Quando joga o SLB, o pai é um sofredor do pior, e muitas vezes nem consegue assistir, então está o Bruno para transmitir, que gosta de o "picar" rsss
Ás vezes também é pestinha e ingénuo!..Ou não!...Vai dizendo ao pai
-Ah! Tu não vês o jogo...Ah!... tu não queres ver o jogo!... kkk e vai dando os resultados rsss
Esta tarde estavam a transmitir atletismo no canal 2 à hora de almoço
-Diz, para o pai:Ah! tu não gostas de atletismo!... Isto a querer dizer-lhe que estava a dar atletismo. E que aquela hora iam participar duas atletas portuguesas...
-Diz o pai:-Este miúdo é o máximo rsss (em indirectas)

6 comentários:

Grilinha disse...

Olha, e eu que pensava que as indirectas não eram usadas e entendidas pelos Aspies !!! Isso é bom sinal, não ?
Olha, quanto a desportistas de bancada, aqui em casa, juntam-se mais dois (eu e o meu marido), já que o pequeno é um grande nadador e também monta a cavalo ! É giro ver, mas praticar é cansativo, lol....beijocas

Ana Martins disse...

indirectas e subentendidos não são entendidos pela grande maioria de autistas e aspies, mas há aqueles muito trabalhados a vida toda e aprende a ter uma "ficha" para cada situação e a certa idade têm uma caixa de "fichas" que lhes permite estarem em todas as piadolas, subentendidos e indirectas como se realmente as entendessem na perfeição. Acredito que depois de usarem a caixa toda, um dia faz-se a aprendizagem e realmente conseguem entender e são os mais divertidos e brilhantes a brincar com isso. Sim, são desconcertantes, mas brilhantes!
Se dá trabalho, trabalhá-los? Dá. Mas temos estes e outros resultados à medida que crescem, não é querida Mina?
Um abraço enorme,
Ana

AVOGI disse...

Mas para isso todos nós temos jeito. lol que giro

Mina disse...

Grilinha
Eles não são muito diria mesmo nada de indirectas, nem dos subtendidos como diz a Ana,Que alías acho mesmo que é mecânico, esta frase " Ah!... Tu não?!... ele usa muito quando quer alguma coisa, tipo um teste que evidentemente com o conhecimento que temos dele, conseguimos perceber ...
Mas será muito diferente se nós usar-mos as indirectas com ele aí ele já não as"apanha" rsss, e se estiver a dizer algo mas que queira que ele entenda o contrário, também eu tenho de usar uma "ficha" kkk, como diz a Ana. Que é "Mas tu achas mesmo!... Que fizeste bem?!... quando faz alguma coisa mal, há sempre alguns códigos que cada familia adequa à sua prática...
bjos

Mina disse...

Ana
Bem aparecida!...
Espero que esteja tudo bem contigo?...Que andes ocupada com a escrita!...
Tu levaste me as "fichas" todas loool, quem melhor que cada uma de nós para perceber qual a "moeda" que deve pôr rsss, há uma linha comum que os une a todos mas há algumas que os separam, e ás vezes saissem com cada uma, p'ro bem e p'ro mal, com as quais não contavamos. São uma caixinha de surpresas...
Acho que vou andar a vida toda, a tentar descobrir todas as "chaves"...
bjocas para ti e para o Pedro

Mina disse...

Avogi
Loool
Na volta saie à mãe e avó ( minha mãe) rsss
Que ambas somos delicadas a pedir rsss, eu até acho que fui" formatada" assim rsss, o marido, está sempre a dizer rsss, deves querer alguma coisa loool
Quando quero café digo: Como o Bruno kkk. "Não vais tomar café?!...
Portanto tasse mesmo a ver a quem ele saie rsss, já no humor não o consegui contagiar rsss
bjocas