Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Recados ao sr : Ministro Crato

Recado nº136 ao Ministro Crato!! Eu sou o Bruno , um adulto com Perturbação do Espectro do Autismo, o meu caminho escolar nem sempre foi fácil, mas sempre frequentei a escola e aprendi com os meus colegas na sala de aula o que me ajudou a ganhar competências. Hoje sou um ator fabuloso e tenho como missão dar a conhecer o Autismo, para que todos saibam como aceitar e incluir todas as pessoas com autismo na sociedade e no ensino regular. Como vê Sr Ministro as pessoas com Necessidades educativas especiais não são nem poderão ser questões Administrativas!!Temos direito á Inclusão.

Costumo dizer! que não devemos andar de cavalo, para burro!
A Inclusão é um caminho, onde todos têm, o seu lugar!
Na escola, na sociedade, em qualquer lugar, todos temos a ganhar, em partilhar as experiências, as vivências, o nosso maior património, é a educação.
Em conjunto, somos mais ricos, por conhecer, e poder contribuir, para um planeta mais INCLUSIVO!
Gostaria, que se situasse em Portugal...
Não me faria, diferença nenhuma não figurar, nesta campanha, mas nela estaria sempre de alma, e coração, toda a nossa vida, têm sido contra a exclusão...
Agradeço a todas as mães, amigos e todas as pessoas, que de alguma forma , contribuem para uma sociedade mais justa...
É nela, que eu Mãe, quero, que os meus filhos vivam...
Acreditem e nunca deixem de lutar, mesmo que os resultados,algumas vezes sejam inglórios...Não se importem que vos digam que estão loucas, e que, não vale a pena...

Estranhamente, estes meninos eram postos à parte. e a inter-acção e sociabilização , tão necessárias eram postas à prova.
E mesmo só havendo um diagnóstico concreto, muitos anos mais tarde. estava sinalizado e contemplado com NEE.
Não posso dizer que tenha sido um "sucesso" , mas uma coisa tenho e a certeza a minha consciência está  tranquila, que bem ou mal, fiz o que meu coração mandava, contrariando a condenação a que o propunham, logo nesta fase, por isso a escolha desta foto, não foi inocente, foi o começo da rejeição, deste menino lindo , logo rejeitado neste colégio.
E mundo desabou, se eu achava que sendo particular, o iam apoiar e mantêr protegido. A resposta que tive ao fim de dois anos de ele o frequentar, é que não tinham condições, para ter uma criança desta natureza.(esta natureza, referiam-se às dificuldades de comunicação, sociabilização e inter-acão)
E, ele e outro menino com NEE, foram assim despachados.
E acreditem, que ainda hoje me dói, e já passaram mais de 20 anos, por isso quando vejo estas injustiças , não posso ficar impávida e serena..
Obrigado, esta é também a minha motivação, e cá estamos , para vos apoiar.
Podem, ver os recados aqui

5 comentários:

Filipa Dourado Ribeiro disse...

Desejo muito que esta luta tenha um final positivo.
Estou ao lado de vocês e embora as minhas filhas não tenham NEE's tambem enviaram um recado ao sr. crato.
Força, fé e coragem. Admiro-vos muito!!!

Mina disse...

Filipa
Obrigada!
Eu também, já estou do outro lado, no respeita á educação.
Mas nunca se está do outro lado no que respeita à inclusão...
Beijinhos e obrigada

quem és, que fazes aqui? disse...


Mina, o que posso dizer?

Beijo

Laura

Nina disse...

E o que não se sabe, minha querida?:(

bji gde aos 2

Mina disse...

Laura e Nina

Obrigadas!
Que há um longo caminho a percorrer e que a educação, não é um jogo monetário ou de interesses.
Não se pode dar um passo em frente e dois atrás :(
Beijinhos