Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Vidas especiais!..


Em conversa ,com a psicóloga que estava programar,
Os planos para Bruno , como sempre a mãe insiste em valorizar as capacidades dele...
E dá sugestões!...
E ao Bruno o que que interessa?!...(pergunta ela)
Ele acomodasse e acaba por se adaptar a tudo...(digo eu)
Mas o quê que realmente lhe interessa!... e dirige o olhar p'ra a ele!...
Eu volto a referir o pouco interesse dele nas coisas!...
Ela diz eu sei duma coisa que lhe importa,, e refere a saúde, o que ele confirma.
E que mais interessa ao Bruno ele e olha p'ra a mim, coloca a mão no meu ombro "esta" a minha mãe!...
Começo-me a rir, é evidente que eu já esperava, mas caí sempre bem estes mimos :D
Estás te a rir diz ele eheheheh

8 comentários:

AVOGI disse...

ora se sabe bem ! mas tu já sabias por isso puxaste puxaste e puxaste até ele dizer isso . aliás já vinha treinado de casa era o TPC hihihi

Mina disse...

Avogi
Se fosse por encomenda ele desbroncavasse eheheheh e nem tinha piada para eu me rir
Porque a conversa nem era para ir para ali, era procurar interesses "profissionais", coisas que lhe dessem prazer na vida com as quais ele se sentisse bem, e que lhe importassem...
Nem estava à espera que lhe saísse aquela resposta, naquele contexto eheheheh
Se fosse uma pergunta directa, não tinha dúvidas da resposta...
bjocas

Homesick Green Alien disse...

Momentos que marcam... Neste caso pela positiva.

E, cara Mina, destes sim, vale a pena recordar, alimentar, promover.

E como sabem bem qd são inesperados! :D

Bjocas

Mina disse...

Green
A vida é mesmo assim feita de momentos bons e maus, guardamos os bons, e aprendemos com os maus para não repetir...

Estas manifestações neles são espontâneas, mesmo que quizessem não conseguiam fingir...
bjocas

Fê-blue bird disse...

Bons e maus momentos fazem parte da nossa vida, mas as palavras e o carinho dos filhos é que nos faz seguir em frente, não é?

beijinhos prima ;-)

Mina disse...

"Prima" Fê

O carinho dos filhos ajuda apagar os momentos menos bons...

Mas estes "meninos", não são muito de demonstrar os afectos, o que não quer dizer que não os sintam...
Apenas não sabem como transmiti-los, e quando lhes saiem desta forma natural, ficamos embebecidas.
Que no meu caso deu-me para rir ihihihi
bjocas

Estrumpfina disse...

Que bem que sabe um miminho assim!

bjs

Mina disse...

Estrumpfina
Atão não sabe!...
Ele não tem muitas destas saídas, daí ainda se tornarem mais especiais...
bjocas