Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

terça-feira, 23 de junho de 2009

Tesouros do Bruno Parte/2 (colegas e funcionários)


Do mesmo modo os nomes vão ser alterados, mas identificadas as pessoas pela função.
Como se vê o Bruno não fazia discriminação, entre todos os intervenientes da função
educativa, todos tinham direito à sua contribuição rssss, escrito no 5º. Ano

Texto integral
Colega: Diogo Rolão, eu informo para te dizer que no futebol humano aleijas os alunos. =150$00
Colega:Francisco Parreira, eu informo para te dizer para quê que tens faltas de: presença, comportamento e material. Consulta o horário para veres as disciplinas que tens no dia seguinte para não teres faltas de material. Está quieto nas aulas e nem perturbes a turma para não teres faltas de comportamento. E que doença tiveste o quê que te aconteceu para teres faltas de presença. =600$00
Funcionários: Maria José , eu informo para se o meu comportamento for mau não me suspenderes, o mesmo com a Laurinda Costa.= 150$00-140$00
Empregados bloco A- Eu informo para que vocês nem me suspendam do bloco A, nem me levem ao conselho directivo. =190$00
Empregados do bloco C- Eu informo para me apertarem os ténis. =120$00
Porteiro: João, eu informo que há terça feira à tarde só tenho aulas de apoio. = 130$00
Para ler parte 1 aqui

7 comentários:

Mina disse...

Mais uma das delicías do meu Bruno.
Que a mãe babada adorou e fartei-me de rir quando encontrei estes papéis que andaram perdidos anos.
Comecei a imagina-lo a dirigir estes discursos ás pessoas referidas, nunca o fez mas lá que pensou, pensou xD
Há mais um dia destes...

Mrs_Noris disse...

O escrever, além de ser uma forma de desabafar, às vezes ainda facilita o dizer! ;)
Comigo funciona muito bem, levo quase sempre o discurso preparatido.
Beijokas.

PS: Acho algumas das "multas" demasiado leves (lol).

Mina disse...

Noris
Para mim a caneta e o papel são elementos essenciais, neles "despejo", tudo que me vai na alma, secalhar o Bruno saie a mãe xD.
Quanto a preparar discurso no papel.Só se depois lê-se o papel ou não me sairiam da mesma forma, mesmo organizando mentalmente o quero dizer, depois não me saie tudo o que programei...
Atenção que as cobranças ainda eram em escudos xD, agora já teriam inflacionado.
E note-se dificuldade em apertar os atacadores foi neste ano fruto de muita persistencia da directora de turma, que ele começou a atá-los, embora ainda hoje o faça da mesma maneira e ficam sempre as pontas muito compridas, temos de reduzir o atacador a metade...
Bjocas

Isabel Santos disse...

BOA NOITE MINA
GOSTEI MESMO DOS APONTAMENTOS DO BRUNO SE ELE APLICA-SE ESTAS MULTAS JÁ TINHA UNS COBRESZITOS BEM GUARDADOS.
ORA SE ELE FOSSE POLICIA DE TRANSITO HAVIA CÁ COM CADA MULTA...LOL
ESPERO QUE TUDO ESTEJA A CORRER BEM
QUE CADA DIA QUE PASSE SEJA UMA VITÓRIA,
BEIJOS

Estrumpfina disse...

Parece que de todas as não conformidades, a do Francisco Parreira é a mais pesada.

Posso dizer que o Bruno preocupa-se mais com o grupo do que com quem está em falta só para com ele, não?

Mina disse...

Obrigada Isabel
É verdade o rapaz tinha jeito p´ro negócio, não sei, nem ele lembra porque escreveu aqueles valores, mas os textos dele na sua grande maioria inclui sempre os núneros ou gráficos, é paixão xD
Vamos vivendo um dia de cada vez esperando que amanhã consigamos fazer mais que hoje...
Beijocas para si e p´ro João que sei que está bem entregue

Mina disse...

Andreia
O Bruno era um bocado pestinha, nesta fase, foram muitas alterações a entrada no ciclo mexeu muito com ele.
E o elavado sentido de justiça , que eles tem leva-os a castigarem-se a eles próprios se achararem que tem culpas, a auto-estima dele era baixa.
E este Francisco Parreira, ainda conseguia ter mais problemas que o Bruno, a outro nível, o Bruno estava a zelar por ele...
Bjocas