Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

segunda-feira, 1 de junho de 2009

T esouros do Bruno /parte 1 (professores)


Há dias a procura de uns papéis para deitar cá para fora as emoções...
Eis o que eu encontrei algumas folhas daquelas onde nós despejamos o que sentimos, escritas pelo Bruno com 10 anos de idade, e digo isto porque apesar de ele nunca datar os papéis, referiam-se a pessoas que o acompanharam no 5º. Ano. Ano de muita controvérsia e adaptação. Ele refere os nomes de professores, colegas e funcionários. Que eu irei alterar, não que fosse uma afronta para alguém simplesmente não uso os nomes das pessoas sem o seu consentimento. Até porque os nomes são de somenos importância. A identificação da função que exerciam na escola é feita por mim:

Prof de EVT:Joana, eu informo que não quero ser suspenso. =80$00
Prof de Inglês: Susana, eu informo para não te zangares comigo. =90$00
Prof de Ciências:Isabel, eu informo para não me meteres para fora das aulas dessa disciplina. =130$00
Prof de Matemática: Carla , eu informo para desmarcar a minha falta de comportamento, porque já tive outra falta de comportamento a EVT, e eu já escrevi a carta á professora Joana e também digo a ti para não me suspenderes. =420$00
Prof de Português : Maria Rosa, eu informo para dizer a ti para quê , que mandas trabalhos para casa ou pelo menos estudar.=210$00
Prof de História: José Silva, eu informo para dizer porque é necessário pôr os papéis há frente, se for preciso consultas a lista e dizes onde é que está.=260$00
Mensagem- Informo a professora Joana e a professora Maria José, metem-me na rua e porto-me bem . Pagamento automático- 580$00
Participation much serious- An course of times now to hear about of de times, because to me to he have the to perform the work.

Isto foram informações que ele quiz transmitir aos professores, e que nunca chegaram a ler. Nem a mãe tinha lido estas relíquias, ainda não percebi a ligação das informações com o dinheiro lool, mas que tinha jeito p’ro negócio lá isso tinha...

4 comentários:

Mrs_Noris disse...

Mina,
Cá pra mim isso são as multas que os professores teriam de pagar por incumprimento daqueles "deveres".
Tá boa! :)

Mina disse...

Noris, "Qui ça"
Também não percebo o porquê de valores diferentes, para cada professor.
E vá lá que a prof. de Inglês ficou isenta lool
Naquele Inglês atrapalhado, e que nem está mau de todo para o primeiro ano de Inglês
Para não variar os textos têm de incluir os números, neste caso dinheiro ainda em escudos.
Achei uma delícia...
E ao mesmo tempo constatei, que era muito castigado... Não que eu não soubesse.
E que foi pena ele não ter conseguido transmitir aos professores, esta sua parte sensível.
E não se ficou só pelos professores ,os auxiliares de educação e os colegas também foram contemplados, com alguns valores que depois irrei publicando...
Bjocas

Maria do Céu Freire disse...

Apetece-me seguir o exemplo dele e cobrar multas.

Mina disse...

Céu

Já tinhas um bom dinheirito :)

beijinhos