Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

terça-feira, 14 de maio de 2013

Melgas! Melgas! E mais Melgas :)


No dia seguinte nem de propósito, temos uma caminhada, já faltamos à anterior.
Quero sempre que ele durma, cedo, porque caminhar, cansado é mais difícil ( mas eu aguento diz ele sempre, que ainda é novo).
Há uma 1:30 ainda está acordado, e mãe também  é um mau exemplo ;)
(Olha p'ro digo, não olhes p'ro que faço). Dorme.
Já desligo, às 2 horas ( diz ele),
Estão a transmitir poker ( não sei que raio, ele acha piada aquilo)
Ah! e, está a contrariar o sono, que é outra palermice que ele arranjou.
Às 3:40 da madrugada, melga, melga, raio da melga, não me deixa dormir, e lengalenga não pára, com esta conversa, quereria cansar a melga, ou manda la dormir :)
Como se por magia, aquela lengalenga repetida, afasta-se a melga, que o andava a incomodar, porque ele nem se mexia, para a encontrar ...
Ai! "raio da melga" de um metro e muitos, que não deixa os pais dormirem no quarto ao lado.
Lá teve o pai de se levantar e resolver a situação, fazendo uma cabana com lençóis, para ele, e nós descansar-mos, que a melga não a encontramos ( mas ela estaria lá)
Resumindo, mais uma caminhada a que não fomos ( às 11h, pergunta me ele se vamos ) rsss
Tínhamos que ir, neste caso ás 9 horas o mais tardar ( assim fomos, só os dois de tarde, para compensar)

8 comentários:

Fê Blue bird disse...

Prima, detesto melgas, mosquitos e afins :)

Deitar cedo e cedo erguer...
Tens que haver mais disciplina por aí :))

beijinho



Mina disse...

Prima Fê

Sem dúvida, maus hábitos :)
Mas ele diz que já não cresce mais :)

As melgas são uma praga, só o som já irrita.

Beijinhos

São disse...

Eu não sei como é que as pessoas perdem tempo com josgos de cartas e afins...e ainda por cima até têm transmissão televisiva!!

Eu , para não ter esses problemas, ando na passadeira, rrss

Beijinhos para vós

Mina disse...

São

Eu também não vejo, agora praticamente nem televisão vejo.

Mas sei que o poker é um jogo, nada fácil que obedece a regras e estratégias e nem será fácil perceber eu não entendo patavina rsss

Mas pessoas com esta síndrome podem ter facilidade neste tipo de jogos.
Há quem faça destes jogos profissão, mas isso depois é uma questão de gestão de dinheiros, que já seria algo dificil para eles.

Em jogos de tabuleiro é bom, o problema é sempre a sinceridade e honestidade, os jogos depedem do que se consegue esconder ;)

Beijinhos

Mário Relvas disse...

Olá Mina,

Uma situação engraçada vista de fora :)

Beijinhos

Mina disse...

Mário

Não é só ele que fica incomodado, com melgas rsss

Nós também, a diferença é que ele fica naquela conversa repetitiva com as melgas, em vez de se levantar e tentar descobrir as melgas.

Os cotas dos pais como não já não enxergam, agora só com "cabana", prender o lençol de cima à barra da cama.

Beijinhos

Mário Relvas disse...

Mina, compreendo bem o Bruno. Mas, infelizmente o que mais há por aí são "melgas" que perturbam que está... loool Outras melgas!

Beijinhos :)

Mina disse...

Mário

:) e que melguedo, que incomoda muita gente.
Mais que os próprios, dos insectos é que ficam com a fama :)

Beijinhos