Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

"Gordo/Gordura"

Mais um texto integral do Bruno, que ilustra as suas actuais preocupações, nalgumas vezes leva as ao exagero!
Fruto de alguma pesquisa nos significados, o que é comum ter a necessidade de relacionar os termos, embora não raras vezes, os não compreenda.
E teêm de ser dissecados quase a "bisturi".

Mãe Mina


A palavra gordo não significa que é uma pessoa com muito peso mas sim uma pessoa com muita gordura.
A palavra gordo vem da palavra gordura.
Eu por vezes sinto a barriga mais inchada e penso logo que estou mais gordo.
Eu não quero engordar e por isso é que eu estou mesmo muito preocupado com os alimentos que engordam.
Eu agora já ando a ter mais cuidado com a alimentação mas mesmo assim tenho medo de engordar.
Eu agora já tiro as gorduras da carne que fazem engordar mas eu parece-me que a pele do frango também faz engordar.
Eu quero evitar os alimentos que engordam e eu estou muito preocupado com o ditado popular que diz que o que não mata engorda.
Isso faz-me pensar que a comida que não mata faz engordar.
E é por isso que tenho de me preocupar.
Tenho muito medo de chegar a pesar 80 quilos.
O meu pai em pouco tempo pesava tanto como eu ou menos e rapidamente chegou a esse peso por isso eu tenho de estar atento e em estado de alerta.
Eu ando de triciclo o que ajuda ainda mais a perder a barriga.
Já que eu gosto de controlar o meu peso eu queria como prenda de Natal uma balança que indica o peso, o índice de massa corporal e a percentagem de gordura.

Bruno.V.


17 comentários:

São disse...

Não sei como , mas tem que se explicar ao Bruno que o ditado não é para ser levado à letra...senão é complicado.

E por outro lado é bom que se preocupe com o peso.

Um abraço para vós.

Nina disse...

:)))

Pelo menos já tens dica para a prenda de Natal, Mina!

E o Bruno tem toda a razão! Engordar é mesmo aborrecido, porque depois é uma chatice para perder o peso.:))

beijocas aos 2

AvoGI disse...

Mê Dês, mas ele é um pau de virar tripas!!!!!!!
kis :=)

Mina disse...

São

Normalmente eles não conseguem fazer a leitura dos proverbios e fazem no assim à letra...
E que até acho engraçado:-)

Beijinhos

Mina disse...

Nina

Duas dicas, só saudáveis, a balança e auto caravana, e fazer exercício...
beijinhos

Mina disse...

Avogi

Trabalhar para a elengância:)

beijinhos

Helena disse...

São tão giros a interpretar provérbios, metáforas e eufemismos! Tenho vontade de rir e chorar ao mesmo tempo...
Tão inocentes e puros no meio desta sociedade...

ai vida...

Mário Relvas disse...

Bruno, o que não mata engorda. Um velho ditado português que significa que não devemos ser esquisitos na comida. Mas não significa que engordemos.
A tua mãe Mina terá de te explicar isso com calma e olha que não és nada gordo. Acho-te muito bem nas fotos :)

Recebe um abraço se leres isto e um beijinho para a tua mãe Mina

Rainbow Mum disse...

Eh pa, a falta que me fazia um Bruno ca em casa para controlar o meu peso :)

Mina disse...

Helena

Acho giro, mas ao mesmo tempo preocupante a leitura literal que ele faz do mundo e até dos provérbios:)
A tal forma ingenua de estar no mundo onde tudo tem de ser rigoroso até as palavras.

Beijinhos

Mina disse...

Mário

Bem visto, ás vezes andamos distraídos e nem nos ocorrem essas explicações simples, obrigado.

Últimanente ele tem andado afastado do computador, e nem o domingo que o dia que ele tem programado para ele, agora com as caminhadas ele tem vindo.

Mas mostrarei o seu comentário e de vez enquando lá insisto para que ele leia o blog e facebook, mas não forço.

Com reenicío da escola da irmã, para a semana já ele vai ficar com tempo para ler e ver tudo.

Embora as pesquisas e downloads, que ele agora faz é de vias, ecovias, ecopistas,ciclovias e eu sei lá que mais:)

beijinhos

Mina disse...

Rainwbow

Aahahah à mãe ao pai não consegue e ele impôr as regras, mas também ele come bem e em quantidade,( já evita as gorduras na carne) mas depois compensa com esforço no triciclo:)

beijinhos

Fê-blue bird disse...

Prima:
É quase um obsessão, deve ser complicado de gerir?

Beijinhos

Grilinha disse...

Acho piada a essa preocupação. Ele é tão magro...de onde virá ? Parece meu filho...ando sempre a tentar perder 3 a 4 kilos...e a pensar nisso, ehehe....beijos

Mina disse...

Prima Fê
É mais uma obsessão mais uma a juntar a outras, é sinal que está a ficar "velho" e sabe que esse é logo motivo de engordar, o rapaz sempre foi bom a matemática e além disso é bom observador e já reparou que á medida que envelhecemos todos nós ganhamos peso e com consequeências para a saúde.
E pelo menos isso ele acha que pode controlar...
Beijinhos

Mina disse...

Grilinha
Ele já teve mais peso, mas nunca foi excessivo, mas via que os colegas na sua grande maioria tinham excesso de peso.
E pai quando era da idade dele também era magra e agora está no limite.
Por isso o rapaz quer se precaver, mas não deixa de comer e em quantidade, mas faz o controle das gorduras.
A irmã até já goza com ele se lhe diz que determinado alimento tem gordura ele já não come:)
E ainda bem que ele não está aqui, a ver a mãe de volta da batata frita:

beijinhos

Isabel Santos disse...

Bem o Bruno é um moço preocupado com o seu aspecto físico,mas o ditado não está correcto o que mata tb engorda...um hambúrguer por exemplo.
A mana não pode gozar com ele é só explicar-lhe que pode comer comidas saudáveis e o pai tem de ajudar perdendo peso,parece-me pelo texto que foi isso que o assustou...
Olha Mina ainda bem que ele se preocupa,mas tudo tem conta ,peso e medida...Prenda de Natal resolvida.
Beijokas e nada de fritos...uma vez por mês...lllllllllloooooooooool