Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Aventuras



Podemos dizer que este rapaz testa as capacidades de resistência e persistência, em cinco horas de aventura.
Quando se lhe mete alguma coisa na cabeça, não desiste!
Saie à mãe ( diz o pai) :-)
E por terras e mares, nunca dantes navegados ele lá descobre estes caminhos, nos mapas do google.
E vá de pôr os pais à prova, nestas aventuras.
Então hoje lá fomos direção à Nazaré, marcha atrás para praia dos Salgados, numa estrada de terra batida, com muitas poças de água e lama, nada que este aventureiro não ultrapasse.
Poucas foram as vezes que teve de descer do seu triciclo, para ultrapassar os obstáculos, lá conseguiu contornar e passar as poças ( as únicas situações onde teve de desmontar, foi na areia, ultrapassamos as dunas a pé, não havia outra hipótese e a outra saída foi na entrada para a estrada alcatroada, que era numa subida com piso muito danificado onde o triciclo começou a patinar, e o pai para o ajudar parou de repente, a mãe à pendura, ficou com a canela lixada na pedaleira) ufaaaaaaa...
De regresso, a paragem obrigatória em São Martinhos do Porto, para o "combustível":-), que é como quem diz comestível:-)

6 comentários:

São disse...

Gostei de ver a reportagem.

Eu nem sei andar sequer de bicicleta, rrss

Um abraço para vós.

AvoGI disse...

e combustaste o quê?
kids :=)

Fê-blue bird disse...

Prima:
Estas aventuras são muito saudáveis, cá em casa não há muito este hábito infelizmente. Mas admiro essa persistência :)


beijinhos

Mina disse...

São

Eu também não sei andar de bicicleta, com muita pena teria mais autonomia, mas a sou pendura, por isso estou sujeita a levar com as pedaleiras:-)

beijinhos

Mina disse...

Avogi

"Papo seco;) com fiambre, estava na "viatura a fazer a "sandocha", e o Bruno bebe uma bebida energética, que andar 5 horas só a água, fica fraco, ainda por cima ele que não tem em quem se pendurar, tem mesmo que se esforçar:-)

bjocas

Mina disse...

Prima Fê

Isto é um estimulo, e uns puxam pelos outros, eu antigamente não ia até porque só tinhamos a bike de 2 lugares, que era uma especie de transporte para o pai os ir pôr ou buscar aos locais, e até ir ás compras. Já fizemos milhares de kms, cansa ficamos partidinhos mas felizes...

Beijinhos