Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

terça-feira, 24 de abril de 2012

"A mãe rezou!"


Imagem do final de Março 2012

Os nossos passeios de bicicleta, são muito prazeirosos.
Inalamos os cheiros.
Deslumbramos com a paisagem, nem que seja sempre a mesma:-)
Fazemos vários percursos, últimamente privilegiamos os caminhos por entre a floresta, as estradas de macadame, para evitar o tráfego automóvel e consequente poluição.
Mas o principal mesmo é fugir os automóveis.
Sempre que à cruzamentos,ou entroncamentos na via pública o coração da mãe treme a nossa "chapa" corporal é frágil, e temo sempre pelos incautos.
Mas felizmente sempre que nos aproxima-mos desses locais, como que por magia temos tido sorte de conseguir mos que naquele instante seja abençoada a nossa passagem.
O pai costuma dizer, que a mãe rezou:-)
Há dias a mãe não foi com eles, e caminho abriu se lhes.
Comentário do Bruno: mas a mãe não está a aqui.
Rezou lá em casa, respondeu-lhe o pai:-)

6 comentários:

Fê-blue bird disse...

Prima, as preces das mães são muito poderosas.
Se pudéssemos os nossos filhos estavam sempre protegidos, mas infelizmente nem sempre assim é.
Não sei andar de bicicleta :(


beijinhos

Mina disse...

Prima Fê
É mesmo isso, teria-mos todas as dores por eles, ser mãe é sofrer a dobrar a triplicar:)

Como é natural ele ás vezes é assim um bocadinho atoa, e não mede muito bem as distâncias, até porque arrancar num triciclo é diferente de um carro ou de uma bicicleta.

Mas melhorou muito, embora ainda cometa algumas falhas que irritam principlamente o pai de coisas que ele já devia prevêr e não tem atenção.

Eu também não sei andar de bike ando na "limusine" à pendura:-) tenho que confiar no " Ambrósio" eheheheh

bjocas

Visite www.arteautismo.com disse...

Mina parece que aí tá gostoso para ficar ao ar libre.
Que bom conhecer o pai do Bruno.
Familia reunida é muito bom.
Voce é mãe desportista, que houve que não fostes?
Sabe eu trouxe um pedaço de bolo pra voce que a professora de arte do Filipe mandou pra mim. Mandou um bom pedaço.
Ela ganhou um coco vede do vizinho. E o coco já tava madurando. Ela rapou o coco todo por dentro e bateu com leite no liquidificador. Com essa papa fez este bolo de milho.
Como vim aqui te trouxe um pedaço.
Pega.
E eu vim tomar café e papear.
Diz pra mim, voce tomava o óleo de fígado de bacalhau , era a do Emulsao do Scoth?
Hum.......

Mina disse...

Amiga Ray

Nos últimos dias, não tem estado bom tempo, hà dias viemos encharcados:-),
Em Março estiveram dias de primavera no dia da imagem fizemos 60kms, já tinhamos calo no "bumbum".

Algumas vezes não vou, quando eles vão só fazer umas compritas.

Pronto agora podemos sentar, comer o teu bolinho, eu fiz uma tortinha de cenoura , serve amiga!? vamos beber um cházinho e mais uns dedos de conversa antigamente:-)

Sabes como minha mãe tratou o sarampo com cortinas e roupas vermelhas, dores musculares eram friccionadas com alcóol, até ficar quentinhas...

Do óleo não me recordo da embalagem , mas não sou assim tão antiga 1908 rsss do que me recordo é que o frasco não era redondo, se tinha o homem do bacalhau não me lembro:-)

Bjokas para vocês e volta sempre com mais papo;)

Grilinha disse...

Olha, uma actividade fantástica e muito saudável.

Estão divertidos, a aproveitar a vida. Inspirador ! Bijinhos.

Mina disse...

Grilinha

Não nos podemos acomodar, é curioso e importante que seja inspirador, o Bruno e nós já fizemos muitos e muitos kms na tandem ( dois lugares) e triciclo, que estes jovens teêm tendência ao isolamento e acomodar-se no seu espaço ficando muito sedentários, o que grande parte fica obseso porque também tem necessidade de comer para controlar os níveis de ansiedade.
Embora com alguns medos, quando implica andar na estrada com algum trafego estas saídas acabam por ser terapêuticas e principalmente o Bruno chega sempre muito cansado tem que fazer algum esforço, mas como ele é rapaz preocupado com saúde, bem sempre feliz e as escolhas quando não é para ir ás compras é ele que faz.
A imagem é na Nazaré, ufa...
E ontem voltamos para um local próximo e fomos descobrir a terra do general sem medo Humberto Delgado a Cela velha, tinha lá o monumento em sua honra, e coroas de flores que devem ter sido colocadas no 25 de Abril...
beijinhos