Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

" quando ele só quer só pensa em namorar"


"Para se conseguir arranjar namorada é preciso que ela seja maior e não tenha namorado. E para além disso eu quero conversar com elas, ir visitar a casa delas, saber o que elas gostam e o que elas não gostam, entre muitas outras coisas. Depois disto tudo já nos conhecemos melhor e já podemos pensar em ter relações sexuais? Isto já é suficiente ou ainda não?"
Bruno V.

10 comentários:

Atena disse...

Que conversa tão interessante Mina... lucida, honesta, como muitos homens de hoje em dia não pensam - "conversar, conhecer a pessoa, ir a casa dela"! O Bruno é um doce de homem. Não deve mesmo ser preciso mais nada, é só o destino colocar alguém a cruzar o seu caminho. E eu acho que há sempre alguém, sabes Mina.
Grande beijinho para vós

AVOGI disse...

Não bruno, não é suficiente. eyu vou dar-teum conselho: começa pelo fim
primeiro relaçoes sexuais depois vais a casa dela e só por fim é que lhe peeguntas o nome,ao fim de algum tempo, pois vais tratá-la por amor, docinho e nem te importas se lea tem nome ou não
kis .=) ai meu deus Mina ele que nao leia isto

trabalhodecasa disse...

Tenho tanto medo da altura em que o meu Gui receba a descarga hormonal da adolescência e me comece a fazer perguntas difíceis (tenho a esperança que por essa altura já fale.) É um belo post do dia dos namorados.

Mina disse...

Atena
Isto são influências de discurso de mãe...
E o meu rapaz lá vai interiorizando alguma coisita...
Qualquer relação seria pura utopia, teria de encontrar uma outra mãe, que podesse perceber os sentimentos dele e arranjar um descodificador...
Nada, nada facíl encontrar a " uma tampa para esta panela".Não posso dar ao luxo de pensar que isso é possível...
bjinhos p'ra vocês

Mina disse...

Avogi
Se ele lesse o comentário ia dar razão a Avogi ihihihi
Ele não se importaria de começar por aí, não sei quais seriam as consequencias.
Mas uma coisa eu tenho a certeza dada a sua inflexibilidade seria 100% fiel...
bjinhos

Mina disse...

Pai de Gui
Mesmo que não fale, ele já sabe comunicar e vai se percebendo nem que seja pelos sinais ou pela escrita...
O meu por caso até fala e fala até demais, coisas que os outros não entendem e levam para "cuscuvelhive", por não perceber o que pode ou não revelar..
Mas revelasse muito através da escrita...

Até lá já vai estar preparado, e um pai atento como é, terá até mais facilidade (digo eu), em perceber estas alteração hormonais, e esta vontade e necessidade de uma relação.
Nem posso dizer que seja ligação emocional mas mais fisica ...
Porque os afectos é quase como com as palavras tem de ser rebuscados insistentemente...
bjinhos

Fê-blue bird disse...

Bem prima, ele já sabe os passos todos ;-)
Sinceramente penso que já é suficiente para ele, agora para elas não sei não :-))
ADOREI!
beijinhos

Mina disse...

Prima
Lool a mãe ensina bem o rapaz, ele ia logo aos finalmente como a indicação da Avogi...
A mãe (eu) é que coloca todos estes entraves, ainda à moda antiga, não ser de janela, já vai com sorte:-)
bjinhos

Mrs_Noris disse...

Oh meu Deus, o que será que me espera neste campo :D
Tenho de o ensinar a fazer aquele olhar de matador em vez das habituais caretas e asneiradas. Possa ser ser que ainda "engane" alguma.

Beijinhos.

Mina disse...

Noris eheheheh
Com o charme que o M. manda, vais ter é colocar a vassoura atrás da porta p'ra correr com elas:-)
Ui!!! elas até vão gostar da caretas:-)
bjinhos