Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Feedback na Mais Oeste Rádio

 
       2º.Apelo à caminhada da conscencialização para o autismo.
       E pedido de música para dedicar aos autistas, feito pelo Bruno.
       Parte 15/15 da entrevista.
       Não consegui, passar para aqui o som de outra forma,  que o blogger não me permitiu, assim 
       mesmo quem não tenha conta facebook, tem acesso a ouvir este excerto, da entrevista à mais
       oeste rádio do dia 4 de Abril, a voz aos Autistas.
       Foi uma hora de conversa, onde tema foi o Autismo e onde o próprio participou!
      O nosso muito obrigado, à Mais Oeste Rádio (94.2 FM), por mais um ano dar voz ao Autismo.


      Agora aqui fica a música pedida, para dedicar aos autistas :)
      http://www.youtube.com/watch?v=niI98P1uMMU

6 comentários:

quem és, que fazes aqui? disse...


Vou ver se consigo ouvir. Isto passou-me!! :))

Beijos

Laura

Mina disse...

Laura

Está praticamente toda no meu facebook, mas como foi uma hora , para que não se torne aborrecido ouvir falar tanto tempo.
Está dividida em partes , por algumas temáticas de conversa.
A Laura tem acesso a toda :), aqui só coloquei este pedacinho, que é já a parte final e o feedback do Bruno.
Beijinhos

Rainbow Mum disse...

Adorei! São estas coisas que fazem a diferença!

Um beijinho e vocês são fantásticos!

Mina disse...

Rainbow Mum

Só fazemos o que nos permitem, e Bruno nem estava preparado para ir, eu que insisti, para ele me fazer companhia, que nesse dia estava mau tempo e ele não gosta de sair com chuva.
E só no caminho para a rádio é que conversei com ele para ser ele a fazer o pedido.

Tal como a Laura também tens acesso a todas os pequenos excertos da entrevista, na minha página.
E no Asperger às Claras, estão mais dois excertos para além deste, acessíveis a todos.

Beijinhos

São disse...

Foi muito agradável ouvir as vozes e assim ó Bruno ficar mais próximo de nós.

Um abraço de muita admiração pelo vosso trabalho.

Mina disse...

São

Notesse que nem todos são iguais ao Bruno, sendo um espectro são todos diferentes, ele nem é dos casos graves nem tão ligeiro como possa parecer, terá um grau moderado na minha opinião.

E até por este pequeno excerto se consegue perceber a ingenuiedade a pureza e enorme sentido justiça, a repetição, tudo isso são fragilidades...

Beijinhos