Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Dia internacional da pessoa com deficiência

Há dias para tudo!
Nem sei se é bom ou mau!?
Termos de ser alertados!
E neste dia falasse, e secalhar até se faz alguma coisa (pouca), só em termos de divulgação.
As palavras tem o peso que lhes damos, só o termo deficiência carrega em si uma conotação pesada, é palavra que não gosto de usar, provavelmente por transportar essa carga negativa.
Como se deficiência fosse defeito, trouxesse um rotúlo de coitadinho, incapaz...
Não há deficientes, nem pessoas mais ou menos.
Há seres humanos, com maiores o menores dificuldades.
Todos são gente, gente que sente...

6 comentários:

quem és, que fazes aqui? disse...


Uma boa reflexão. Não gosto da palavra.

Beijinhos

Laura

Fê-blue bird disse...

Prima amiga:
A verdadeira deficiência está na mente de quem tem preconceitos acerca daqueles que saem dos padrões ditos "normais" .
Em vez de criarem um dia, deviam criar condições dignas todos os dias.

beijinhos

Mina disse...

Laura

Já somos duas, não é a palavra é conotação que lhe dão, que a palavra não tem culpa...

beijinhos

Mina disse...

Prima Fê

Sem dúvida, que enquanto mantiver mos uma mentalidade mesquinha e padronizada, não seremos uma sociedade inclusiva.
E deixemos estas comemorações para traz que não deviam fazer sentido, dia para isto e para aquilo.

Beijinhos

E obrigada pelas melhoras rss, mas este meu blogeer deve fazer magia e os comentários desaparecem.

Nina disse...

Detesto este dia!:(
Faz-me lembrar o Natal e as almas caridosas que só se lembram de o ser...no Natal.

beijinhos sem rótulos

Mina disse...

Nina

Concordo...
beijinhos