Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

"Caracteristica"

A sinceridade é acima tudo o que está mais presente, nas pessoas com PEA.
Não conseguem ver maldade nos outros.
E eles dizem sempre as coisas com boas intenções,mesmo que possam prejudicar aqueles que amam.
Porque lhes saí o que pensam, sem estarem a pensar no que os outros poderão pensar ou julgar, com a maior das naturalidades.

Tem cada uma, este rapaz!
Ontem ao sairmos do comboio, o revisor estava próximo,e saiu na mesma porta que nós , para verificar se podia mandar avançar o comboio.
Quando este meu rapaz exclama alto e bom som: "Já nos SAFAMOS" ! :)
Que poderia o senhor pensar!?
Que viessemos sem titulo de transporte válido:)
Quando o que ele queria dizer, era apenas que não foi preciso mostrar os bilhetes!;)
Quando o chamei atenção da possível interpretação do revisor ficou atrapalhado, seria lá ele capaz de viajar sem ser na legalidade, ou alguém que ele suspeitasse estar a viajar ilegal! :)

2 comentários:

Nina disse...

Pois eu dei tamanha gargalhada que quase me engasgava!
Fantástica esta saída do Bruno, independentemente da interpretação.
O que me ri!:))

Há dias, o Gui disse-me ao chegar ao infantário: Estás a ver, mãe, a Márcia tem carro novo!
E a Márcia (diretora), que ouviu respondeu "É mais velhinho do que o outro, só que o trago raras vezes."
Como não gostou da interferência, foi curto e grosso "Olha lá, por que é que estás sempre à porta? Não gosto que estejas sempre aí!"
É claro que ela deu uma gargalhada, mas nem quero imaginar o que seria uma resposta destas daqui a uns anos.
Em criança tudo é mais fácil!
Felizmente, ainda se vai contendo.:))

beijinhos

Mina disse...

Nina

Não podia arranjar termo mais apropriado para cena a palavra Safamos rsss, ou porque que ele se lembrou de dizer aquilo se já estamos fora do comboio!?
Era porque era ele o portador dos bilhetes e safou-se de ir ao bolso busca-los rss

:) ainda fiquei na dúvida se havia de mostrar os bilhetes, mas ia atrasar o comboio, então sorri para revisor que me devolveu o sorriso :)

Sem dúvida que estas cenas em criança tem piada, num adulto nem tanto, principalmente quando se encontra alguém mal disposto ou desconfiado.

Ahahah para o Gui não conta se o carro tem mais anos, é novo à visão dele.

beijinhos