Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

"Rivalidades Clubisticas e não só!"

Quando eu andava na escola secundária R.B..P, os colegas gozavam comigo. O P.O. diziam-me tu és Sportinguista.
-Eu disse-lhe que era Benfiquista.
E como ele tem a mania que o Sporting é melhor do que o Benfica, ele gozava comigo porque o Benfica nessa altura estava a perder muitos jogos.
Por isso eu agora gozo com os Sportinguistas para eles não terem a mania que são melhores que o Benfica.
--------
Para eu entrar na escola era preciso eu mostrar um cartão para eu ter autorização para entrar na escola mas houve uma certa altura onde à entrada da escola estavam lá alunos de outras turmas que gozavam comigo quando eu mostrava o cartão da escola ao porteiro e chamavam-me clandestino.

Bruno V.

Tudo isto é transcrito integralmente como Bruno os tem na papelada, a maioria não consigo datar, porque ele não coloca datas e são centenas talvez milhares de papéis que tem escrito ao longo dos anos.
Passarei a chamar-lhe fragmentos com estes dois, que aqui transcrevi, que podem ter sido escritos na mesma altura ( estavam no mesmo caderno), não necessáriamente no mesmo dia ou mês.

Reportam-se a a anos diferentes e escolas diferentes, até cidades diferentes e como tal também colegas diferentes...

Mãe Mina

13 comentários:

Mina disse...

O mais curioso é que ele nem agora estava a perceber o queria dizer clandestino, mas percebeu que estavam a gozar com ele:(
Agora já me deu o significado de clandestino-ilegal, deve ter associado a algum tipo de emigração:)

Nina disse...

Pois a mim esse clandestino não me soou nada bem, independentemente da intrepretação do Bruno.

Venham mais fragmentos deste rapaz que eu gosto de ler e de sorrir.:))

beijinhos aos 2

Ó Bruno, para quando mais uma peça?:)

AvoGI disse...

Ai Mãe Mina, eu rio-me sempre com estes trechos do teu meu nosso menino-homem.
e quando comprares uma auto-caravana compra duas e assim vamos por este pais adentro.
kis :=)
tenho andado atrás das Pulgas por isso é só de raspao enquanto dormem.
kis BFSEMANA

Mina disse...

Nina

Pois nem a mim, se fosse agora diria que é bulliying...

Na altura não soube desta "clandestinidade",até porque a comunicação dele é superior na escrita que na oralidade.
Embora em casos mais graves ou se houvesse agressão fisíca ele manifestava-a.
beijinhos

Mina disse...

Avogi

Isto no futebol, ele também puxa muito a brasa à sua sardinha rsss

Não temos chauffer para auto caravana:)

Avó é para isso andar atrás do pulguedo:)

Beijinhos e bom fim de semana

São disse...

Agora chamam-lhe um nome em inglês , como se não houvesse termos em português para uma situação que sempre existiu, infelizmente!

Um beijo grande para vós.

Mário Relvas disse...

Olá Mina e Bruno,

Passei para vos ler e saudar. Na verdade meu caro Bruno tens razão porque ser de um clube, seja ele qual for, não pode ser motivo de descriminação. E isso não se aplica só aos clubes mas a todo o pensamento que cada um escolhe.

Parabéns Mina pela sua dedicação e pelo trabalho que tem em passar estes fragmentos do Bruno para o blogue. São muito importantes para se analizar o seu pensamento à época. E com ele fazer uma reflexão actual.

Beijinhos para si e um forte xi-coração ao Bruno

Fê-blue bird disse...

Prima estes fragmentos revelam tanto dele.
Os seus receios, os seus gostos e desgostos.

beijinhos aos dois

Mina disse...

São

Em inglês, não soa tão agressivo;)
O problema é existir e cada vez mais esses abusos
Beijinhos

Mina disse...

Mário

Os pensamentos mantêm-se e estas rivalidades clubisticas também e até são no minimo normais, o facto é que ele depois quer usar da mesma moeda com os gozam com clube dele mas não o sabe fazer.

E não gosta nada de ser gozado, eu acho que também se deve ao facto que referi de não saber defender não consegue argumentar.

Não me lembro, já em que ano foi numa taça de Portugal que o Benfica perdeu com Setúbal, ele que gosta tanto de envergar a camisola,quando saiu do estádio Nacional despiu-a logo para que não gozassem com ele.

Beijinhos

Mina disse...

Prima Fê

São formas ligeiramente diferentes de captar o mundo e saber viver nele, como não se sabe defender, também não gosta dos conflitos, mas por outro lado também gosta provocar,não é fácil de entender, é preciso alguma experiência.

Ainda por cima todos os casos de autismo são diferentes...
beijinhos

Mário Relvas disse...

Olá Mina,

Isso não acontece só com ele mas com todos incluindo os neurotípicos. Mas é verdade que o Bruno terá dificuldades em argumentar a defesa do seu clube perante alguns sabichões que não sabem medir as coisas.

Abraceijos aos dois :)

Mina disse...

:)
Sem dúvida Mário!
A falta de capacidade de argumentação o não saber ler os segundos sentidos.
O não ver a maldade implicíta, dificulta a leitura do mundo a quem vive com esta síndrome.
Beijinhos