Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

terça-feira, 3 de julho de 2012

Literal

Para além do computador, não parar de soprar, e estar a modos que a pifar.
Ainda ficamos sem acesso há internet (e mesmo que ele não aceda muitas vezes, essa simples falha mexe com ele, que já tinha planeado ver uns sites).
Como sou poupadinha nas palavras, quando pai chega do trabalho.
Digo-lhe:Que estamos sem net.
Com o seu sarcasmo habitual o pai, responde-me:Quem não têm filhos não chega a net-os (indecifrável para este aspie).
O que faz com que o nosso rapaz, insista que não temos inter-net:)

10 comentários:

quem és, que fazes aqui? disse...

Se a net que nos liga ao mundo, ficamos ostras.

Gostei do jogo de palavras.

Beijo

Laura

São disse...

que o assunto do computador não seja grave e se resolva tudo rapidamente, Mina

Beijinhos a vós

Mina disse...

Laura

Já não sei se é melhor ou pior viver sem internet.
Levar-nos-ia a uma grande reflexão, da grande dependência que criamos desta máquina.
E da falta de proximidade das familias, dos amigos, que é cada vez mais feita em rede.
Fazendo eu agora o trocadilho nesse caso não chegaremos a netos;)

Beijinhos

Mina disse...

São

Este problema já se vem arrastando à algum tempo, o marido tem a mania que é engenhocas e não leva isto aos peritos.
Então vai fazendo experiências, vira ventoinha de um lado, vira do outro, agora compra uma cola especifica, mas ver até quando aguenta.
E como este barulho é cansativo, estamos a limitar os nossos acessos.
Que o pobre coitado do computador teve pouco descanso nestes anos.

Beijinhos

AvoGI disse...

eles andam de ferias, os computadores excesso de trabalho será?
kis .=)

Nina disse...

Viver sem net é estar sem telemóvel. Sou dependente dos dois.:(

beijoquinhas

Fê-blue bird disse...

Prima, a net ou internet :) já faz parte da nossa vida e a sua falta enerva toda a gente, a quem o diz :)
Mas vejo que o pai tem sentido de humor :)

beijinhos

Mina disse...

Avogi

É mesmo excesso de trabalho, este computador trabalha mais que os computadores na maioria das empresas, não lhe temos dado as horas de descanso:) nem fim de semanas, nem feriados:)

Está sempre a aquecer e a ventoinha sempre a ventilar, está todo "desventrado", dou-lhe pouco tempo de vida, ainda por cima amanhã vai mexer-lhe , suponho que é dessa que vai de vez.
Senão me virem por aqui já sabem fui ao funeral deste " defunto".

Beijinhos

Mina disse...

Nina

Custa afirma-lo , mas é verdade que dependemos cada vez mais destas máquinas a comunicação é feita por aqui.
Ainda resisti alguns anos a outras redes sociais, acabamos por estar nesta janela aberta ao mundo.
Confesso que à dias me sinto cansada e acabo por falhar em alguns lados.

E o que eventualmente o que seria bom para os "aspies", não sei, se é tão bom assim.

Beijocas

Mina disse...

Prima Fê

Normalmente damos mais valor quando não temos,vivemos tantos anos sem estas tecnologias, e nem por isso eramos menos felizes;)

Ainda há um resistente a estas tecnologias, nem usa a internet, nem telemóvel, deve ser por isso , que tem estas piadas secas:-)))

Beijocas