Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

"Encontro"


Encontro inesperado com o "Ambrósio"*, ontem durante mais uma apresentação do projecto voluntário...
O Bruno deu de caras com ele o "Ambrósio".
A quem deu uns cumprimentos, relembrando os velhos tempos de escola.
Quando ele andava no 5º. ano era na casinha do "Ambrósio", que a professora o punha de castigo.
Nunca cheguei a saber disso na altura, só soube aquando escrevemos os nosso testemunho.
E esta foi uma professora que levei muito em conta e nos ajudou na integração num ano controverso de mudança.
Mas que vim a saber que tinha cometido esta lacuna:(
*Esqueleto

4 comentários:

AvoGI disse...

e teve medo do Ambrósio?
ou nem por isso?
kis .=)

Mina disse...

Avogi
Ontem não, até ele e os miúdos se divertiram, então não é que aquele "Ambrósio", para queles meninos se chama Liedson eheheh

Mas na altura em que andava no 5º.ano(10anos) fechado numa sala escura sózinho com o "Ambrósio", não devia ser nada animador...

bjinhos

Fê-blue bird disse...

Prima:
Que ideia mais maluca pôr uma criança sozinha com um esqueleto!
Ainda bem que o Bruno não ficou com trauma!

Beijinhos gelados está um friooo :)

Mina disse...

Prima Fê

Não seria por lá estar o "Ambrósio" concerteza até porque esta professora era de ciências.

Devia ser a sala vaga, para o castigar, e contrariamente ao que se passa hoje em dia que os professores não tem autoridade e os alunos os desrespeitam.

Nunca me opus,a que em caso de estrita necessidade, fossem castigados, ele até é muito cumpridor de regras( até demasiado) talvez não o fosse, se estas não lhe fossem incutidas, e esta professora apesar disso foi das que se interessou pelo Bruno e a quem eu estou grata, porque também acaricia e protegia quando era preciso.

De qualquer das formas marcou-o mas ele aprendeu que se não se portasse bem tinha a casinha do Ambrósio:(

Não somos perfeitos...

Bjinhos e bom fim de semana