Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

"O nosso Tesouro Escondido-Amor Sentido"2


Os que repetem tudo o que ouvem ou falam apenas para eles mesmos ouvirem, debitando os seus conhecimentos em alguma matéria específica. São sinais. Mas não necessáriamente conducentes à síndrome. São apenas sintomas a analisar. Sabesse que á cada vez mais casos diagnosticados. Não se sabe porquê. Há de facto, mais, ou os especialistas também perderam a capacidade de deixar crescerem a s crianças ao seu ritmo?Há um padrão demasiado exigente. Uma normalização quase fóbica que leva a diagnósticos precipitados.
No entanto nada melhor que ouvirmos o nosso coração. Se há coisa que o autismo não tem é lineariadade.

Fiquem com mais um pequeno excerto do prefácio por Denisa Sousa
Uma outra mãe que conseguiu ler e dar ainda mais vida ao nosso amor sentido.

O nosso tesouro escondido- Amor sentido de Mina Viana

8 comentários:

Grilinha disse...

Amiga, o que eu dava para ler esse testemunho...
É de ouro, com certeza.



A nossa amiga comum tb elaborou um trabalho para mim recentemente e quando o vi, chorei de emoção, mas só será revelado no dia de anos do meu marido...até lá é segredo (para alguns, ehehe). Beijinhos !!!

Mina disse...

Grilinha
Lool o teu marido não bem aqui concerteza.

Se nos encontra-mos posso emprestar-te um.
Foi uma edição reduzida foi a prenda de Natal para familiares e amigos intimos do ano passado.

Alguns foram dispensados a preço de custo para outros amigos que nos acompanham através da blogolândia:-)

E esta nossa amiga comum tem uma sensibilidade que até faz chora as pedras da calçada:-)
Sempre que leio este prefácio emociono-me, como é que alguém que só nos vê através da escrita nos ocnhece tão bem...
Lool podemos fazer intercâmbio "cultural"...
bjinhos

AVOGI disse...

eu nao deixe aqui já umas palavrinhas??????

Mina disse...

Avogi
Não foi neste post que deixou as palavrinhas, foi no anterior eheheh
Este tem outro texto e a contracapa do livro:-)))
bjokinkas

AVOGI disse...

eu não digo que olho ao todo e nao ao pormenor? vês?
louca dum cão , eu
kis :=)

Fê-blue bird disse...

Prima amiga:
Cada pessoa e cada caso é único.
Também estou de acordo que a intuição e o amor fazem toda a diferença neste caminhar pela vida.

beijinhos

Mina disse...

Avogi
Ahahahah
É muito movmento para essa cabeçinha pensadora:-)
bjinhos

Mina disse...

Prima Fê
Sem dúvida, não há dois casos iguais nem duas pessoas iguais, à que nos adpatar-mos às situações e às condições e dar-mos o melhor de nós...
bjokinhas