Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Conversas!...

Estávamos nós na estação de comboio do Cacém...
Há espera do comboio do Oeste...
Já nos aconteceu várias vezes encontrar um adulto com uma ligeira perturbação mental, que viaja sempre naquele comboio, pelo menos todas a as viagens que ali fazemos temos o encontrado, nos dois trajectos.
O Bruno já o conhece :D eu também claro ele vem para o Bombarral:)))
Então mete sempre conversa com ele!...
Não me retive na conversa, mas achei piada ao Bruno a dizer-lhe eu ouço e eu vejo ( ao mesmo tempo que apontava os ouvidos e os olhos)
Não haja dúvida de que vêem e ouvem :D

4 comentários:

Fê-blue bird disse...

Prima:
O seu filho tem atenção a tudo o que o rodeia e interage apropriadamente. Pelo menos é o que retiro dos seus posts, acho isso muito positivo e motivador para si.
Desejo-vos uma excelente semana :-)

beijinhos

Mina disse...

Prima Fê
Nem sempre interage convenientemente, nem o discurso é percebido pelo interlocotor, porque também faz parte da patologia eles acharem que os outros lhes lêem os pensamentos, mas gosta de meter conversa, e ouve e vê podeé não entender, tendencialmente tem a necessidade de levar a conversa para os dominios dele...
Bjinhos e boa semana :-)

Mãe Sisa disse...

Ah ah
Não me diga que é aquele que está sempre a pedir cigarros a toda a gente e quando o faz encosta-se o + possível à cara das pesssoas?!?
Se for esse que estou a pensar é uma espécie de "ex-libris" aqui do sítio!
Beijinhos

Mina disse...

Sisa
Não deve ser que esse, este já não fuma e tem uma conduta quase normalizada, mas também gosta de meter conversa com as pessoas...
E bastou te-lo feito uma vez, para o Bruno o marcar como pessoa conhecida eheheh
Que este rapaz(o meu) vai sempre à "coca" das conversas dos outros e á vezes lá mete a colherada dele, se á dúvidas quanto á estações ele esclarece.
Desta vez era um gato que vinha só a miar eheheh e ele teve logo de saber de onde vinha o miar é muito curioso...
bjocas