Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

sábado, 25 de março de 2017

E já passaram!


Dia 19 Março, comemorou-se mais um aniversário.
Incrível, como tempo corre e já conta 32 anos.
O meu menino, transformou-se num homem, já a pintalgar os primeiros cabelos brancos.
Está realmente um homem de barba rija, a ganhar já uma  proeminente  barriguinha, gosta de comer, e não basta o exercício físico,  (caminhadas e ginásio), para derreter os excessos.
Este homem, guarda em si, ainda muito do menino, a fragilidade  e a inocência, a precisar do colinho e da protecção.

Mas vinha mesmo aqui falar sobre o dia, o dia de anos, quase todos anos se repete a mesma postura, uma semana antes começa a ficar  mais ansioso, a contar os dias que faltam.
E parece um contra-senso, ou talvez não, dependo da leitura que possamos fazer.
Na véspera
-Amanhã vão ligar, toneladas de pessoas (podem ser só  meia dúzia), e nomea os nomes dos que habitualmente ligam, nesse dia ( e que por norma também só lhe ligam nesse dia), até porque ele não é muito dado a conversas telefónicas.
Este ano preferia passar fora, para não ter que atender chamadas, como se os telemóveis , não fossem connosco , claro que nos acompanham.
Mas sendo dia do pai,  e o pai não gostar muito das confusões nos restaurantes em dias festivos, optamos por almoço familiar caseiro.
E lá toca o telefone
-É para mim, para me dar os parabéns, e lá vai ele apressado para que não desliguem.
Para além da tal meia dúzia, ou nem tanto, destaco a chamada de um casal amigo.
-Fala com o A, mas refere logo que que falta a B. a esposa :
Vá lá a gente entender isto, afinal, quer ? ou não quer que lhe dêem os parabéns?

Nota-Aproveito, para agradecer a todos que ligaram , ou deixaram mensagens por outras vias.
E aqui fica a última fatia do bolo caseiro :)
Obrigado
Mãe Mina



2 comentários:

Fernanda Maria disse...

Como cheguei atrasada já não deve haver bolinho para mim :)

Prima, o tempo passa num instante, mas os nossos filhos são sempre meninos para nós.

Parabéns a ambos e muitas muitas felicidades!

Beijinhos


O Toque do coração

Mina disse...

Prima Fê
Não chegou nada atrasada, eu nem dei nota do aniversário por aqui.
Já não à do bolo da imagem, mas à outros, que a irmão quando lhe dá p'ra doçaria, lá vai fazendo.
Beijinhos e boa semana