Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

segunda-feira, 25 de julho de 2011

"Meu Filho ,MeuTesouro"


Este livro foi meu guia.
A ele recorri muitas vezes.
As crianças não bem com livro de instruções, e quando somos pais pela primeira vez, são naturais as inseguranças.
O meu filho como é normal nos nascituros tinha muitas cólicas(cólicas dos 3 meses), que nele ultrapassou largamente essa referência muito para além dos seis meses, acompanhado de uma obstipação crónica
Quanto a nós essa condicionante do transito intestinal, teve grande influência na sua condição autista.
Esta situação deixava nos ansiosos e vulneráveis, muito condescendentes, o que nós queriamos era que ele se liberta-se.
Como lhe era muito dolorosa a defecção ficava cada vez mais retraído.
Começou a usar o facto para nos manipular.
Qualquer coisa em que nos quisse "paralisar" era cócó.
O nosso ponto fraco. É mesmo impossível descrever a dor durante anos.

2 comentários:

Fê-blue bird disse...

Prima:
O primeiro filho é sempre motivo para grandes preocupações e frustrações, com o segundo já ficamos mais calmas ;)

beijinhos

Mina disse...

Prima Fê
O primeiro acaba por ser o livro de instruções dos seguintes.
Embora já com uma larga experiência de tia, mãe é diferente.
E com agravante de logo o primeiro ser complicado, se tivesse sido ao contrário teria até percebido mais cedo as diferenças ( embora a experiência de tia tenha ajudado a perceber).
bjinhos