Mãe e filho de mãos dadas trilhando os caminhos do autismo/asperger.
Numa partilha intimista e de coração aberto em sonhos e desalentos, numa vida vivida...
Ter um filho asperger não é o fim do mundo, mas o princípio de uma nova vida...
Valorizando os afectos...

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

No incompreensível mundo do Autismo


Cada ser humano é diferente, ninguém têm dúvidas.
As pessoas no espectro do autismo também são diferentes umas das outras logicamente.
Vou abordar  três situações reais de pessoas diferentes dois deles são-me muito familiares).

Não é fácil perceber determinados comportamentos ou formas de estar...

1-No mundo dos afectos, pode haver ausência dessa manifestação afectuosa ,mesmo  perante aqueles que lhes são mais próximos, passar perto da casa mãe e nem a visitar, também assim o provam alguns casos dos mais famosos "Einstein  Nunca Amou"*, quem sou eu para julgar esta frieza de sentimentos,..

2-Poder pensar que no meio de milhares de pessoas desconhecidas, poderiam dar pela sua falta, e sentirem-se defraudados por não ter chegado ao fim do caminho, é curioso  este  dever de cumprimento de regras e de agradar.

3-Aceitar um castigo, e até querer prolonga-lo como se fosse um mártir, até comparar-se  com quem por iniciativa própria o fez por uma causa (privacção de alimentos), não deixa de ser preocupante esta obdiência a toda a prova.

Sintese: São todos diferentes e situações diferentes, que me fazem pensar, que continuo à deriva tentando entender...
Sem julgamentos a estas pessoas especiais, que não será por acaso que o simbolo do autismo é um puzzle.


6 comentários:

São disse...

Einstein era um génio cognitivo, mas um desastre imenso nas relações humanas, especialmente com mulheres.

FaLHOU COMPLETAMENTE EM INTELIGÊNCIA EMOCIOANLA

Cada ser humano é único e especial, sim.

Beijinhos para vós

São disse...

RESSALVA:

O autor da teoria da relatividade não possuía inteligência emocional alguma, infelizmente!

Mina disse...

São

È mesmo complexo, e essa parte afectiva, deixa-os sós.

Beijinhos e bom fim de semana

Fernanda Maria disse...



Por detrás de qualquer patologia há um ser humano único e insubstituível !

Um beijinho a ambos

Mina disse...

São

Essa ausência de manifestação de sentimentos é dolorosa, eventualmente eles estão lá.
Felizmente essa caracteristica não pertence ao Bruno.
Mas infelizmente é de alguém também muito próximo.

Beijinhos

Mina disse...

Prima Fê

Sem dúvida cada ser humano é único.
Como estes 3 casos aqui referidos, todos diferentes, mas dentro da mesma patologia .

Beijinhos